A aplicação do modelo de Miller e Orr em situações de incerteza dos fluxos de caixa

L. C. S. Faria, R. L. S. Veronese

Resumo


Em um ambiente de incerteza e de altas taxas de juros, a manutenção de um saldo mínimo de caixa permite que a empresa possa corretamente saldar seus compromissos programados e garantir, ainda, uma reserva de segurança de maneira a cobrir suas necessidades de pagamentos imprevistos. O modelo de Miller e Orr é probabilístico e sua aplicação é muito utilizada pelos administradores, principalmente em situações de incerteza dos fluxos de caixa. Segundo ROGERS, Dany; ROGERS, Pablo & RIBEIRO (2005) a necessidade de analisar e inserir os custos de transação no modelo Miller e ORR, fez com que pudéssemos perceber a influência dos mesmos na lucratividade da empresa. Verificou-se que o lucro da empresa aumenta com a redução dos Custos de Transferência, contudo, somente até um ponto específico, tendo em vista que com um aumento muito grande dos Custos de Transação, a empresa fará menos aplicações financeiras incorrendo, portanto, em custos menores. Esta pesquisa objetiva, através de um estudo de caso fictício, demonstrar o saldo ótimo de caixa e a sua influência na lucratividade da empresa. O problema da pesquisa pode, portanto, ser apresentado da seguinte forma: Qual a influência que exerce uma boa gestão de caixa na lucratividade da empresa?


Palavras-chave


gestão de caixa; lucratividade; modelo de Miller e Orr

Texto completo:

Sem título

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Cadernos UniFOA



Cadernos UniFOA

Campus Três Poços - Av. Paulo Erlei A. Abrantes, 1325 - Três Poços
Prédio 3 - Sala 2 (Casarão)
Volta Redonda - RJ - CEP: 27240-560
Tel.: (24) 3340-8400 – Ramal: 8350

Indexado em:





  • Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.