Doenças Prevalentes na Infância: Diarreia e Desnutrição em uma Unidade de Saúde Bem Estruturada

Aléxia Alves Cabral, Amanda Lima da Cunha e Souza, Márcia Dorcelina Trindade Cardoso

Resumo


A diarreia e as doenças associadas à desnutrição, segundo o Fundo das Nações Unidas para a Infância, estão entre as principais causas de mortalidade em crianças menores de 5 anos. No Brasil, o aparecimento desses distúrbios tem raízes multifatoriais que poderiam ser evitadas se houvesse cuidados infantis adequados, acesso a serviços de saúde e boas condições de saneamento básico. Essa pesquisa objetiva identificar os principais aspectos contribuintes para o surgimento de diarreia e desnutrição e investigar suas prevalências. Por se tratarem de doenças que acometem crianças pelo mundo e, portanto, ser um problema social, torna-se fundamental a disseminação de hábitos alimentares saudáveis e a ampliação dos conhecimentos a respeito de suas etiologias, complicações, tratamentos e prevenção. Trata-se de um estudo transversal, realizado na Policlínica Doutor André Sarmento Bianco, na cidade de Volta Redonda-RJ, com as mães de 40 crianças na faixa etária de 0 a 6 anos. As informações foram obtidas pela aplicação pré-ambulatorial de questionários estruturados com base em critérios socioeconômicos, hábitos alimentares e salutares. Concluiu-se que não há indícios alarmantes de diarreia e déficit nutricional nos participantes da pesquisa e que isso se deve, em parte, pelo fato de a Policlínica em pesquisa já estar estabelecida há muitos anos dentro de um dos principais Centros Universitários da cidade, atuando em prol da disseminação de informação e da prevenção de doenças e complicações, reforçando a importância dos cuidados dos profissionais de saúde na diminuição de agravos e auxílio na manutenção da salubridade.

 

Palavras-chave: diarreia infantil, desnutrição infantil, Brasil.


Texto completo:

PDF

Referências


Marcondes E, Vaz FAC, Ramos JLA, Okay Y. Pediatria básica tomo I: pediatria geral e neonatal. 9ª ed. São Paulo: Sarvier; 2002.

Vanderlei LCM, Silva GAP. Diarréia aguda: o conhecimento materno sobre a doença reduz o número de hospitalizações nos menores de dois anos? Rev Assoc Med Bras [Internet]. 2004 [acesso em 2016 maio 14]; 50(3): 276-81. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ramb/v50n3/21659.pdf

Joventino ES, Bezerra KC, Coutinho RG, Almeida PC, Oriá MOB, Ximenes LB. Condições sociodemográficas e sanitárias na auto-eficácia materna para prevenção da diarreia infantil. Rev Salud Pública [Internet]. 2013 [acesso em 2016 maio 15]; 15(4): 542-54. Disponível em: http://www.scielosp.org/pdf/rsap/v15n4/v15n4a05.pdf

Brasil. Ministério da Saúde. Organização Pan-Americana da Saúde. Manual AIDPI: criança de 2 meses a 5 anos. Brasília, DF; 2015.

Monte CMG. Desnutrição: um desafio secular à desnutrição infantil. J Pediatr (Rio J) [Internet]. 2000 [acesso em 2015 out 3]; 76: 285-97. Disponível em: http://www.moodle.ufba.br/file.php/10326/Avalia_o_Nutricional_-_Desnutri_o_e_Obesidade/Desnutri_o-_desafio_secular.pdf

Palma D, Taddei JAAC. Desnutrição energético-proteica. In: Miachon AAS, Porro AM, Seber A, Gouvêa AFT, Ishida A, Mello ABF et al. Pediatria: diagnóstico e tratamento. 13ª edição. Barueri: Manole; 2013; p. 1063-1066.

Santos FS, Santos LH, Saldan PC, Santos FCS, Leite AM, Mello DF. Aleitamento materno e diarreia aguda entre crianças cadastradas na estratégia saúde da família. Text Cont Enferm [Internet]. 2016 [acesso em 2016 out 9]; 25(1): e0220015. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-07072016000100313&lng=en&nrm=iso

Sarni ROS, Souza FIS. Temas de pediatria – prevenção da obesidade: o papel da alimentação saudável e da oferta proteica adequada no primeiro ano de vida. Nestlé Nutrit Inst. 2016; 89:24.

Bittencourt SA, Niquini RP, Reis AC, Leal MC. Assistência a crianças desnutridas: análise de dados do Sistema de Informação Hospitalar do Sistema Único de Saúde do Brasil. Rev Bras Saúde Matern Infant [Internet]. 2009 [acesso em 2016 fev 14]; 9(3): 263-73. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbsmi/v9n3/05.pdf

Calvasina PG, Nations MK, Jorge MSB, Sampaio HAC. Fraqueza de nascença: sentidos e significados culturais de impressões maternas na saúde infantil no Nordeste brasileiro. Cad Saúde Pública [Internet]. 2007 [acesso em 2016 maio 15]; 23(2): 371-80. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csp/v23n2/13.pdf

Perosa GB, Carvalhes MABL, Benício MHD, Silveira FCP. Estratégias alimentares de mães de crianças desnutridas e eutróficas: estudo qualitativo mediante observação gravada em vídeo. Ciênc Saúde Colet [Internet]. 2011 [acesso em 2016 maio 14]; 16(11): 4455-64. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csc/v16n11/a18v16n11.pdf

Freitas LV, Joventino ES, Vieira NFC, Aquino PS, Pinheiro AKB, Ximenes LB. Habilidades maternas para prevenção e manejo da diarreia infantil. Ciencia & Enfermaría [Internet]. 2013 [acesso em 2016 out 9]; 19(2): 67-76. Disponível em: http://www.scielo.cl/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0717-95532013000200007&lng=es&nrm=iso

Schwartz R, Carraro JL, Riboldi BP, Behling EB. Associação entre aleitamento materno e estado nutricional atual de crianças e adolescentes atendidos em um hospital do Sul do Brasil. Rev HCPA [Internet]. 2012 [acesso em 2017 abr 27]; 32(2): 147-53. Disponível em: http://www.seer.ufrgs.br/hcpa/article/viewFile/25553/19174

Boccolini CS, Boccolini PMM, Carvalho ML, Oliveira MIC. Padrões de aleitamento materno exclusivo e internação por diarréia entre 1999 e 2008 em capitais brasileiras. Ciênc Saúde Colet [Internet]. 2012 [acesso em 2017 abr 27]; 17(7): 1857-63. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012000700025&lng=en&nrm=iso

Palmeira P, Carneiro-Sampaio M. Immunology of breast milk. Rev Assoc Med Bras [Internet]. 2016 [acesso em 2017 abr 27]; 62(6): 584-93. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-42302016000600584&lng=en&nrm=iso

Mota JAC, Penna FJ, Melo MCB. Parasitoses intestinais. In: Leão E, Corrêa EJ, Viana MB, Mota JAC. Pediatria ambulatorial. 4ª ed. Belo Horizonte: Coopmed; 2005. p. 410-419

Kliegman RM, Stanton BF, Schor NF, Geme-III JWS, Berhman RE. Nelson: tratado de pediatria. 19ª ed. Rio de Janeiro: Elsevier; 2014.

Pereira IV, Cabral IE. Diarréia aguda em crianças menores de um ano: subsídios para o delineamento do cuidar. Esc Anna Nery [Internet]. 2008 [acesso em 2017 abr 28]; 12(2): 224-9. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-81452008000200004&lng=en&nrm=iso

Queiroz JTM, Heller L, Silva SR. Análise da correlação de ocorrência da doença diarreica aguda com a qualidade da água para consumo humano no município de Vitória-ES. Saúde Soc [Internet]. 2009 [acesso em 2017 abr 27]; 18(3): 479-89. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-12902009000300012&lng=en&nrm=iso

Silva CV, Heller L, Carneiro M. Cisternas para armazenamento de água de chuva e efeito na diarreia infantil: um estudo na área rural do semiárido de Minas Gerais. Eng Sanit Amb [Internet]. 2012 [acesso em 2017 abr 28]; 17(4): 393-400. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-41522012000400006&lng=en&nrm=iso

Motta MEFA, Silva GAP. Desnutrição e obesidade em crianças: delineamento do perfil de uma comunidade de baixa renda. J Pediatr (Rio J) [Internet]. 2001 [acesso em 2017 abr 28]; 77(4): 288-93. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0021-75572001000400010&lng=en&nrm=iso

Péret Filho LA. Diarreia persistente. In: Leão E, Corrêa EJ, Viana MB, Mota JAC. Pediatria ambulatorial. 4ª ed. Belo Horizonte: Coopmed; 2005. p. 391-397.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista da Escola de Ciências Médicas de Volta Redonda

EDITORA FOA

Centro Universitário de Volta Redonda, UniFOA
Campus Três Poços - Av. Paulo Erlei Alves Abrantes, 1325, Três Poços, Volta Redonda, RJ, CEP: 27240-000

Tel.: (24) 3340-8400 – Ramal: 8350