https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/issue/feed Cadernos UniFOA 2022-12-20T09:18:02-03:00 Laert Andrade laert.andrade@foa.org.br Open Journal Systems <p>A Revista Cadernos UniFOA, QUALIS B2 (eISSN: 1982-1816), é uma publicação científica quadrimestral de cunho multidisciplinar, composta de três seções: Tecnologia e Engenharias, Ciências Sociais Aplicadas e Humanas e Ciências Biológicas e da Saúde.</p> <p>Mantém fluxo contínuo e suas publicações saem em abril, agosto e dezembro.</p> <p>A revista está indexada nas bases <a href="http://www.latindex.unam.mx/latindex/ficha?folio=22752" target="_blank" rel="noopener">Latindex</a>, <a href="http://www-periodicos-capes-gov-br.ez308.periodicos.capes.gov.br/?option=com_pmetabusca&amp;mn=88&amp;smn=88&amp;type=p&amp;sfx=aHR0cDovL2J1c2NhZG9yLnBlcmlvZGljb3MuY2FwZXMuZ292LmJyL1Y%2FZnVuYz1maW5kLWVqLTEmaW5zdGl0dXRlPUNBUEVTJnBvcnRhbD1OT1ZPJm5ld19sbmc9UE9S&amp;sfxparam=cadernos+unifoa" target="_blank" rel="noopener">Periódicos</a>, <a href="https://scholar.google.com.br/scholar?q=cadernos+unifoa&amp;btnG=&amp;hl=pt-BR&amp;as_sdt=0%2C5&amp;oq=cad" target="_blank" rel="noopener">Google Scholar</a>, <a href="https://sumarios.org/revista/cadernos-unifoa" target="_blank" rel="noopener">Sumários.org</a>, <a title="PKP Index" href="http://index.pkp.sfu.ca/index.php/browse/index/1740" target="_blank" rel="noopener">PKP Index</a>, <a title="LivRe" href="http://www.cnen.gov.br/centro-de-informacoes-nucleares/livre" target="_blank" rel="noopener">LivRre</a>, <a title="Base" href="https://www.base-search.net/Search/Results?lookfor=cadernos+unifoa&amp;name=&amp;oaboost=1&amp;newsearch=1&amp;refid=dcbasen" target="_blank" rel="noopener">Base</a>, <a href="https://diadorim.ibict.br/browse?type=title" target="_blank" rel="noopener">Diadorim</a>, <a title="REDIB" href="https://www.redib.org/Record/oai_revista6086-cadernos-unifoa" target="_blank" rel="noopener">REDIB</a> e <a title="REDIB" href="https://www.citefactor.org/journal/index/28170#.YUI-zLhKiUk" target="_blank" rel="noopener">CiteFactor.</a></p> https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/3924 A utilização de maquete tridimensional como recurso didático na disciplina de hidrologia e recursos hídricos, para a demonstração de técnicas compensatórias 2022-12-20T09:17:35-03:00 Francisco Jácome Gurgel Júnior gurgel.jr@gmail.com Thainá de Souza Jeronymo Souza wendelsc@outlook.com Wendel Sousa do Carmo Souza wendelsc@outlook.com <p>As maquetes tridimensionais são reconhecidamente um importante recurso didático e instrucional e sua utilização em sala de aula auxiliam o docente de maneira significativa, na transmissão de conhecimentos e visualização de elementos estruturais adotados pela Engenharia Civil para a solução de inundações e alagamentos no meio urbano, contribuindo de forma evidente para o processo ensino-aprendizagem na disciplina de Hidrologia e Recursos Hídricos. Este estudo tem por objetivo evidenciar as fases de construção de uma maquete dinâmica, suas especificidades, descrição pormenorizada das etapas de sua concepção, bem como demonstrar de maneira clara e funcional as medidas estruturais existentes para equacionar os impactos ambientais negativos advindos da ocupação urbana desordenada e suas consequências sobre os sistemas drenagem convencionais. A maquete construída possibilitará aos discentes o entendimento prático das ações concretas de Engenharia Civil expostas na mesma, seu funcionamento e a aplicação das mesmas para a redução do escoamento superficial em áreas altamente urbanizadas e impermeabilizadas. Na maquete confeccionada para apoio a disciplina de Hidrologia e Recursos Hídricos será possível também visualizar a função de técnicas compensatórias como telhados verdes, alagados construídos, bacias de retenção e pavimentos permeáveis (Miguez, Veról e Rezende, 2016) que demonstrem clara e inequivocadamente as vantagens destas soluções alternativas de engenharia que se mostram sustentáveis e viáveis na mitigação e/ou solução dos graves problemas de drenagem urbana que assolam grande parte dos municípios brasileiros.</p> 2022-09-28T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Cadernos UniFOA https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/3912 Análise da qualidade da água do abastecimento público do município de São José dos Quatro Marcos - MT 2022-12-20T09:17:49-03:00 Karla Gabrielle Rodrigues Costa karla.gabriele@hotmail.com Karla Souza de Oliveira karla.eng@hotmail.com Luiz Carlos Cavalante Neto luizcarloscavalante@gmail.com Mauri Queiroz de Menezes Junior mauri@fapan.edu.br <p>A água possui um papel de extrema importância, sendo indispensável para a manutenção da vida de todos os seres vivos, considerando sua importância o tratamento da água é de extrema relevância ao bem estar e a saúde da população e, quando não tratada corretamente pode gerar um elevado número de enfermidades. Devido a isso, o presente estudo tem por objetivo analisar a qualidade da água do abastecimento público do município de São José do Quatro Marcos – MT aos padrões de qualidade físico-químicas e microbiológicas da água de acordo com a Portaria GM/MS Nº 888, de 4 de maio de 2021. As amostras foram coletadas nos meses de junho e outubro de 2021, no qual analisou-se os seguintes parâmetros: cloro residual livre, coliformes totais, cor aparente, <em>Escherichia Coli</em>, pH e turbidez. Embora alguns parâmetros apresentarem variações, a água que está sendo distribuída de um modo geral, encontra-se em conformidade com os padrões de potabilidade estabelecido pela norma, sendo assim apropriada para o consumo humano, a não ser o cloro que no final da rede de distribuição se manteve abaixo do mínimo permitido pela portaria. Recomenda-se um monitoramento e fiscalização nas condições da distribuição da água de abastecimento humano em São José dos Quatro Marcos – MT.</p> 2022-08-23T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Cadernos UniFOA https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/3906 Estado da arte das tecnologias sociais de esgotamento sanitário 2022-12-20T09:17:40-03:00 Anna Jessyca Corrêa Nascimento acad.annajessyca@gmail.com Valdinei Mendes da Silva valdinei.silva@ifpa.edu.br Cezarina Maria Nobre Souza cezarina.souza@ifpa.edu.br <p>Este trabalho tem como objetivo mapear os principais conceitos e tipos de Tecnologias Sociais de esgotamento sanitário implantados ou indicados para Amazônia, buscando constatar o “estado da arte” e contribuir na sistematização das aplicações relatadas nas diferentes fontes de pesquisa bibliográfica.&nbsp;Realizou-se uma busca de experiências ou indicações de Tecnologias Sociais de esgotamento sanitário na Amazônia e na análise dos resultados foi aplicado o método DSC - Discurso do Sujeito Coletivo. Foi reunido um total de 26 publicações e foram encontradas quatro Tecnologias Sociais entre elas: <em>Wetland</em>, <em>Banheiro seco, Fossa Séptica Biodigestora, Tanque de Evapotranspiração.</em> Além disso, formaram-se 14 DCS´s e o estudo revelou que as Tecnologias sociais de esgotamento sanitário aplicadas na Amazônia são de baixo custo, de fácil aprendizagem e apropriação, construção, operação e manutenção, são sustentáveis, geram renda, melhoram a qualidade de vida, são reaplicáveis e de fácil adaptação. Entre as TS´s o Banheiro seco e a Fossa Séptica Biodigestora demonstraram ser mais viáveis para regiões ribeirinhas por suas características construtivas que se adaptam com&nbsp; maior facilidade e menores dificuldades em tais ambientes.</p> 2022-09-06T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Cadernos UniFOA https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/3963 Soldagem em operação de tubulação de aço carbono em unidades de processos industriais 2022-12-20T09:17:43-03:00 Fernando de Oliveira Farizel fernando.ofarizel@unitau.br José Rubens de Camargo jose.rcamargo@unitau.br <p>Em unidades industriais, perdas de produção, por paradas de manutenção não programadas, por falhas em tubulações ou necessidade de implantação de reforços estruturais devido à redução de espessuras localizadas em tubulações existentes, geram consequentemente perdas de faturamento e comprometimento de prazos de entregas de produtos, além dos riscos ao patrimônio e as pessoas envolvidas. O objetivo desta pesquisa é desenvolver, conhecer os requisitos normativos (ASME PPC-2, 2018) e avaliar os riscos quanto à perfuração e trinca a frio na realização de uma soldagem em operação de tubulação de aço carbono em unidades de processos industriais, ou seja, sem interrupções dos processos de produção. Para o desenvolvimento, foi utilizado um corpo de prova de um tubo com reforço “dois semicírculos” de material ASTM A106 Gr. B, posicionado a 45º em relação ao plano horizontal, tamponado nas extremidades, apenas com orifícios na parte inferior e superior para entrada e saída de fluido (água) interno. Foi realizado a soldagem pelo processo de eletrodo revestido (SMAW), utilizando o metal de adição E7018. As análises dos registros da soldagem, ensaios não destrutivos, mecânicos e metalúrgicos, mostraram que é possível a realização deste tipo soldagem mantendo a confiabilidade da operação do processo produtivo.</p> 2022-08-26T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Cadernos UniFOA https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/3908 Um modelo para aplicação em análise estrutural de treliças planas 2022-12-20T09:17:32-03:00 Horácio Guimarães Delgado Jr. enghoracio@gmail.com Carlos Roberto Xavier crxavier@yahoo.com.br José Adilson de Castro joseadilsoncastro@id.uff.br Matheus de Oliveira Vassallo Petrillo matheuspetrillo97@yahoo.com Gabriel de Almeida Pires gabriel.almeida.pires@gmail.com <p>O presente trabalho apresenta de forma clara e concisa o modelamento e simulação de campos de deformação obtidos em treliças planas através de medidas de centralidade em refinamento de malha por nós influentes. É utilizado o método dos elementos finitos com algoritmo desenvolvido e programado em FORTRAN com representação gráfica para visualização dos resultados feita através do GNUPLOT. Comprara os resultados dos campos de deformações com os de deslocamentos nodais tradicionalmente calculados para elementos finitos de barras planas constituídos de dois nós de extremidades. Constata-se que através dos campos de deformação é possível determinar com maior acurácia os valores internos às treliças planas, possibilitando assim uma análise mais criteriosa quando ocorrem variações de materiais no mesmo componente estrutural, como é o caso do modelo de vigas de concreto armado cujo comportamento idealizado é o de uma treliça plana.</p> 2022-10-21T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Cadernos UniFOA https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/4334 Editorial 2022-12-20T09:17:22-03:00 Laert dos Santos Andrade laert.andrade@foa.org.br 2022-12-07T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/3982 A cidade e o meio ambiente em jogos digitais 2022-12-20T09:17:56-03:00 Luanna de Oliveira Milantoni luannamilantoni@hotmail.com Ilka Oliveira Mota ilka.mota@ufscar.br <p>Para além de mero objeto de entretenimento, os jogos digitais têm sido uma fonte profícua para a compreensão das imagens produzidas sobre a cidade e o meio ambiente. O presente trabalho analisou as representações sobre o meio ambiente e a cidade em dois videogames, The Sims e Cities Skylines, a partir da seleção e recorte de cenas representativas do tema em questão. Para isso, a pesquisa apoiou-se nos estudos sobre a Educação Ambiental e o campo discursivo do digital. Embora ambos os jogos digitais abordem questões relativas ao meio ambiente e à cidade a partir de um viés sustentável, neles, não estão postas as causas reais da<br />degradação da cidade e de seu ecossistema.</p> 2022-06-24T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Cadernos UniFOA https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/3919 A identidade local como elemento central da alfabetização e do letramento em uma escola dos anos iniciais 2022-12-20T09:17:38-03:00 Rogerio Mendes de Lima mendeslimacp2@gmail.com Simone das Neves Encarnação Amancio simoneencarnacao@gmail.com Lara dos Santos Villar lara.educa@hotmail.com <p>O presente estudo se propôs a investigar e refletir sobre a valorização identitária local de estudantes dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental, pertencentes a espaços subalternos, no processo de construção coletiva de um registro virtual sobre o bairro onde a escola a qual pertencem, está situada. Como subsídio para a construção do material, uma série de aulas específicas e aulas-passeios foram adaptadas e realizadas com esta turma objetivando o questionamento das heranças coloniais que causam o silenciamento nas produções locais. Através da intervenção foram coletados fotografias, depoimentos e percepções dos estudantes. A metodologia utilizada neste trabalho aproximou-se de uma pesquisa-ação orientada sob perspectiva da interculturalidade crítica. Como resultado, obteve-se a contribuição para a inserção de dados sobre o bairro no website da Wikipédia, que nesse contexto, pode ser entendida como um movimento de contra-hegemonia nesse espaço social. Os resultados obtidos permitem considerar que a intervenção contribuiu para reflexões dos estudantes, assim como, para o reconhecimento e fortalecimento de suas identidades a partir da valorização da multiplicidade cultural, histórica e social local.</p> 2022-09-27T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Cadernos UniFOA https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/3967 A Internet e as redes sociais como espaços de educação em saúde 2022-12-20T09:17:54-03:00 Roberto Nascimento de Albuquerque roberto.albuquerque@ceub.edu.br Ana Maria Ribeiro Lins ana.maria@sempreceub.com <p>O presente estudo tem como objetivo averiguar o uso da Internet e das redes sociais como espaço de educação em saúde entre estudantes universitários de uma instituição privada de ensino superior do Distrito Federal. Tratou-se de um estudo quantitativo e descritivo, por meio da aplicação de um questionário sociodemográfico e acadêmico, bem como questões que abordaram sobre uso das mídias sociais como ferramenta de educação em saúde. O estudo demonstrou que os jovens universitários fazem parte de uma geração altamente conectada à Internet e às Redes Sociais. Além disso apontou uma mudança de paradigma no processo de educação em saúde, pois revelaram que as ações educativas dos profissionais de saúde devem ser realizadas tanto presencialmente quanto <em>online. </em>Desta maneira, o profissional de saúde deve estar preparado para essa mudança, pensando além de palestras educativas presenciais.</p> 2022-07-18T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Cadernos UniFOA https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/3841 Contexto sociofamiliar e Transtorno do Espectro do Autismo no município de Rio das Flores 2022-12-20T09:17:46-03:00 Marco Antonio Figueiredo Guedes figueiredoboca@gmail.com <p>O presente estudo abordou a realidade da família com filhos com Transtorno do Espectro do Autismo (TEA), como unidade sociofamiliar em diferentes contextos. A presente investigação, com metodologia qualitativa e exploratória, objetivou entender e analisar as dificuldades das famílias no enfrentamento das demandas no meio social e familiar dos seus filhos com TEA, no município de Rio das Flôres, no interior do Estado do Rio de janeiro (RJ), Brasil. O estudo teve a participação de três famílias com filhos entre os 11 e os 13 anos de idade. A pesquisa foi realizada nas residências dos participantes, por meio de questionário sociodemográfico e entrevista com os pais, com posterior análise de conteúdo do discurso em profundidade. Os resultados indicam o quanto é impactante o diagnóstico da TEA na família, iniciando com a insistência em obter respostas, e caracterizado por um longo período de tempo para se chegar, finalmente, ao diagnóstico. Também foi observado que as famílias não tem apoio. O filho com TEA sofre, na percepção dos pais, preconceito e negação dentro da família e na escola, afetando seu convívio social.</p> 2022-08-25T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Cadernos UniFOA https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/3947 Psicopedagogia educacional e as crianças com Síndrome de Down 2022-12-20T09:17:29-03:00 Ana Cristina de Paula Abreu Domingos anacris.paulabreu@gmail.com Andresa Couto Garcia andresacoutobene@hotmail.com Cristovam da Silva Alves cristovam-alves@uol.com.br Suelene Regina Donola Mendonça suelene.rdmendonca@unitau.br <p>Este artigo tem como tema a Psicopedagogia Educacional voltada ao atendimento de crianças com Síndrome de Down e aborda dificuldades encontradas por muitos profissionais da educação, principalmente docentes e coordenadores pedagógicos de escolas públicas, para lidarem com problemas de aprendizagem comuns a este público. Objetiva contribuir para que o professor possa transformar sua concepção sobre a aprendizagem e o desenvolvimento dessas crianças com base no apoio que estratégias psicopedagógicas, aliadas ao trabalho colaborativo, podem demandar na superação de dificuldades da prática pedagógica. O suporte da Psicopedagogia Educacional ao trabalho pedagógico voltado ao acompanhamento da aprendizagem e desenvolvimento dessas crianças, tem possibilidades efetivas de transformar a prática educativa observada nesses contextos de inclusão, induzindo melhorias nas aprendizagens das crianças e no desenvolvimento profissional dos educadores.</p> 2022-12-07T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Cadernos UniFOA https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/4336 Artigo Científico 2022-12-20T09:17:19-03:00 Maria Aparecida Rocha Gouvêa maria.gouvea@foa.org.br 2022-12-07T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/4332 ORCID: o identificador digital do autor 2022-12-20T09:17:23-03:00 Suely de Brito Clemente Soares suelybcs@contentmind.com.br 2022-12-07T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/4337 Ética na publicação científica 2022-12-20T09:17:16-03:00 Walter Luiz Moreira Sampaio da Fonseca walter.fonseca@foa.org.br 2022-12-07T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/3711 Condições bucais autorrelatadas e fatores associados em uma população adulta do Distrito Ferraria, Campo Largo, Paraná, Brasil 2022-12-20T09:18:02-03:00 Ellyslaine Coimbra Oliveira liz.crba@gmail.com Vanessa Moraes de Oliveira vanessamoraes07@gmail.com Luiza Foltran de Azevedo Koch lufoltran@hotmail.com Pablo Guilherme Caldarelli pablocaldarelli@hotmail.com Marilisa Carneiro Leão Gabardo marilisagabardo@gmail.com <p>Foram caracterizadas as condições de saúde bucal e fatores associados em uma população de com participação de 373 indivíduos, com 18 anos ou mais, de ambos os gêneros. Um questionário com 89 perguntas foi autoaplicado e contemplava variáveis sociodemográficas, de hábitos, comportamentos, moradia e segurança, e condições de saúde bucal. Dos participantes, 73,2% eram mulheres, das quais 57,1% eram chefes de família, com média de idade de 48,9 anos. Brancos compuseram 44% da amostra. Quanto à escolaridade 42,6% tinham 12 anos ou mais de estudo. A condição bucal autorrelatada foi “boa” para 41%. A extração ou perda dentária foi relatada por 78% dos pesquisados, com maior perda na arcada dentária inferior. Dos que afirmaram usar “dentadura” ou “chapa” (33%), 17% correspondiam à arcada superior, e a maior necessidade foi percebida para ambas as arcadas (13%). A autopercepção necessidade de tratamento para cárie dentária (33%) foi superior aos problemas gengivais (14%). Em relação à dor de dente, 84% indicaram ter tido um episódio algum momento da vida, e para 56,4% isso ocorreu nos últimos 12 meses. Para 60% não houve recebimento de orientação acerca de prevenção ou saúde bucal nos últimos 12 meses. Em conclusão, a população estudada apresentou problemas bucais relevantes que podem estar associados a um contexto menos favorável, portanto são necessárias estratégias voltadas para a melhoria da condição de vida dos sujeitos que resultem em impactos positivos também na saúde bucal.<strong></strong></p> 2022-03-31T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Cadernos UniFOA https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/3752 Indução de adenocarcinoma de cólon em Rattus norvegicus Wistar 2022-12-20T09:17:59-03:00 Bruno Carlos Teixeira da Silva brunocarlos@outlook.com Vinícius Monteiro Couvain vini.cius23@hotmail.com Carlos Alberto Sanches Pereira sanches68@gmail.com Avalia-se que o adenocarcinoma de cólon seja uma causa de morte prematura e uma questão de saúde pública por ser o terceiro tipo de câncer mais comum em homem e o segundo mais frequente em mulheres no Brasil. O adenocarcinoma de cólon se origina na luz do intestino grosso e pode apresentar quadros clínicos tratáveis. Os modelos experimentais se tornam uma fonte para os estudos de novas técnicas que visam a prevenção e o tratamento. Os ratos se apresentam como uma forma de estudo e desenvolvimento do adenocarcinoma de cólon induzido por 1,2-dimetilhidrazina (DMH). Dessa forma, o presente trabalho tem como objetivo a indução de adenocarcinoma de cólon em <em>Rattus norvegicus</em> Wistar por meio da DMH. Os animais foram submetidos a aplicações semanais de DMH por via subcutânea. Após 90, 170 e 353 dias, os animais foram eutanasiados e verificou-se que houve a formação de pólipos adenomatosos, um adenocarcinoma e a manifestação de metástase em tecidos próximos. Demonstrou-se que o modelo pode ser aplicado para estudos visando alterações moleculares, mas também para estudos com tumores estabelecidos e para o monitoramento de casos de metástase. 2022-05-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Cadernos UniFOA https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/3938 Morfoanatomia e histoquímica do pericarpo de Musa sp. (Musaceae) e o mito do “fiapo da banana” 2022-12-20T09:17:30-03:00 Graziela Cury Guapo grazielacury@hotmail.com Guilherme Demétrio Ramos Ferreira guilherme.ferreira@penedo.ufal.br <p><em>Musa</em> sp., a banana (de forma genérica), é uma fruta bem conhecida e consumida ao redor do mundo, que contém diversos nutrientes importantes para a saúde humana. Suas relações filogenéticas, ainda não estão bem estabelecidas, mas é consenso geral, entre os pesquisadores, que se trata de um fruto partenocárpico. A literatura científica, apesar de ser um fruto bastante conhecido e consumido, não traz muitas informações a respeito de sua estrutura morfoanatômica, tampouco a origem dos tecidos que o constituem. A presença do “fiapo” nesse fruto, á alvo de especulações não científicas, que o denominam como “floema” ou “feixes de floema”. Este estudo, portanto, teve como objetivo trazer não só informações a respeito da composição estrutural desse fruto, mas também, revelar quais compostos químicos estão nele presentes e esclarecer qual a real composição dos “fiapos”. A metodologia utilizada envolveu análises macro e microscópicas, além da realização de testes histoquímicos. Os resultados permitiram, juntamente com a investigação na literatura especializada, propor uma classificação morfológica para o fruto, um musídio, revelar sua estrutura morfoanatômica e evidenciar os compostos nele presentes.</p> 2022-12-07T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Cadernos UniFOA https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/3972 Papel do óxido nítrico na doença periodontal 2022-12-20T09:17:26-03:00 João Carlos Moreira Jardim jcmjardim65@gmail.com Larissa Raiana Barbosa larissa.raiana40@gmail.com Mayara Aparecida Braga da Silva mayarabraga13@live.com José Roberto Cortelli jrcortelli@uol.com.br <p><strong>Introdução</strong>: A doença periodontal é uma patologia que acomete os tecidos de proteção e suporte dos dentes que em estágios mais avançados pode levar a perda óssea e do elemento dentário. Inicia-se com o acúmulo de placa dental e desequilíbrio das bactérias da cavidade oral. A progressão dessa resposta envolve alguns biomarcadores inflamatórios, dentre eles, o óxido nítrico, o qual pode ser considerado um importante sinalizador do estado inflamatório do tecido periodontal. <strong>Objetivo: </strong>Compreender aspectos relevantes na relação e modulação do óxido nítrico como adjuvante no tratamento da doença periodontal. <strong>Metodologia:</strong> Pesquisa nas bases de dados LILACS, PubMed e SciELO compreendendo artigos publicados em inglês ou português, nos anos de 2017 a 2021 resultou em 323 referências. <strong>Resultados:</strong> Após análise de títulos e resumos, foram excluídas 196 publicações. Sendo selecionados 16 artigos de acordo com os critérios de elegibilidade. <strong>Conclusão:</strong> O óxido nítrico pode ser considerado um importante sinalizador do estado da doença, pois seus níveis de concentração se alteram de acordo com a progressão dela. Entretanto, quando muito elevado, pode ter efeito nocivo, contribuindo para a destruição do periodonto.</p> 2022-12-07T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Cadernos UniFOA https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/3759 Riqueza de espécies de anfíbios anuros do Campus Olezio Galotti do UniFOA, região do Médio Paraíba - RJ e de áreas do entorno 2022-12-20T09:17:51-03:00 Hugo Magalhães Botelho hugo_botelho@msn.com Henrique Wogel hwogel@gmail.com <p>A ordem anura constitui o grupo mais amplamente representado na classe Amphibia, compreendendo quase 90% de todas as espécies de anfíbios existentes. Nos últimos anos, um crescente número de estudos tem chamado a atenção para o estado de conservação e o declínio de anfíbios. Portanto, o objetivo geral deste estudo foi descrever e analisar a diversidade da fauna de anfíbios anuros, no Campus Olezio Galotti, Município de Volta Redonda, RJ. A fim de complementar a amostragem, foram realizadas expedições nas regiões do entorno. Foram registradas 17 espécies de anuros, representadas em quatro famílias. Desse total, sete foram encontradas dentro do Campus. Os leptodactilídeos se mostraram espécies pioneiras, abundantes e frequentes, dentro do Campus. A família Hylidae, no entanto, foi a mais representativa no geral (fora do Campus), com 58,8% do total de espécies. As espécies aqui registradas foram classificadas como não ameaçadas ou pouco preocupantes, quanto à ameaça, em nível estadual, nacional ou internacional, exceto Elachistocleis cesarii, que não possui classificação. Dentre as variáveis analisadas, temperatura média, mínima e condição climática (avaliada como diferentes níveis de pluviosidade) foram correlacionadas de maneira positiva e significativa com a quantidade de indivíduos vocalizando e riqueza de espécies. A correlação mais forte encontrada foi para temperatura mínima, resultado não comumente observado em estudos.</p> 2022-08-11T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Cadernos UniFOA