Miosite benigna aguda na infância

uma revisão bibliográfica da fisiopatologia viral

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47385/interfaces..4535.3.2024

Palavras-chave:

Miosite, Pediatria, Evolução Clínica

Resumo

A miosite benigna aguda na infância é uma síndrome caracterizada pela ocorrência repentina de dor muscular intensa na região gemelar bilateral, resultando na incapacidade de caminhar, se locomover e manter o equilíbrio. A doença é frequentemente precedida por infecções virais do trato respiratório superior em crianças pré-escolares e escolares, geralmente entre 6 e 9 anos de idade. Além da mialgia, outros sintomas como febre, fadiga, fraqueza muscular generalizada e dor ao toque podem estar presentes. A maioria dos casos de miosite benigna aguda na infância tem uma resolução espontânea em algumas semanas, sem a necessidade de tratamento específico. No entanto, em casos mais graves, podem ser prescritos medicamentos anti-inflamatórios não esteroides e sessões de fisioterapia para aliviar os sintomas e promover a recuperação muscular. É fundamental que os profissionais de saúde estejam cientes dos sinais e sintomas dessa síndrome para um diagnóstico correto e diferenciação de outras condições musculares graves. O presente trabalho trata-se de uma revisão de literatura em pesquisa bibliográfica com o objetivo de descrever a fisiopatologia da doença além de citar os fatores de risco, relatar as atualizações terapêuticas no contexto hospitalar e reconhecer os impactos na qualidade de vida do paciente pediátrico. Ao adotar uma abordagem cautelosa e baseada em evidências, o médico pediatra pode estabelecer um diagnóstico preciso e tranquilizar os pais, fornecendo informações claras sobre a natureza autolimitada da doença. É importante destacar que o estou demonstrou que o uso criterioso de recursos médicos evita intervenções desnecessárias, minimizando riscos e custos associados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AZEVEDO, A. Costa et al. Benign acute childhood myositis: A 5-year retrospective study. Archives de Pédiatrie, v. 29, n. 7, p. 490-493, 2022.

BHAI, Salman; NADDAF, Elie; DIMACHKIE, Mazen. Overview of viral myositis. UpToDate. Disponível em: https://www.uptodate.com/contents/overview-of-viral-myositis?search=miosite%20viral&source=search. Acesso em: 12 Maio 2023.

BRISCA, Giacomo et al. Management and outcome of benign acute childhood myositis in pediatric emergency department. Italian Journal of Pediatrics, v. 47, p. 1-8, 2021.

CAPOFERRI, Gioele et al. Sporadic acute benign calf myositis: Systematic literature review. Neuromuscular Disorders, v. 28, n. 5, p. 443-449, 2018.

CHU, Eric Chun‐Pu; YIP, Andrew Siu‐Leung. A rare presentation of benign acute childhood myositis. Clinical Case Reports, v. 7, n. 3, p. 461, 2019.

MACIEL, Miguel et al. Quando não é só uma gripe: relato de caso de uma miosite viral. Revista Portuguesa de Medicina Geral e Familiar, v. 38, n. 4, p. 396-9, 2022.

MINAYO, Maria Cecília de Souza; COSTA, António Pedro. Fundamentos teóricos das técnicas de investigação qualitativa. Revista Lusófona de Educação, n. 40, p. 11-25, 2018.

PEZZIN, Felipe Sarlo et al. Miosite aguda por vírus: relato de caso. Brazilian Journal of Health Review, v. 4, n. 3, p. 10047-10054, 2021.

PRADHAN, Sunil; DAS, Animesh; ANAND, Sucharita. Benign acute childhood myositis: a benign disease that mimics more severe neuromuscular disorder. Journal of Pediatric Neurosciences, v. 13, n. 4, p. 404, 2018.

ROSA, Vanuza Maria et al. Miosite aguda benigna da infância: Resultados de um estudo prospectivo realizado em um pronto-atendimento pediátrico. Residência Pediátrica. v10 3-90, 2020.

ROSENBERG, Tom et al. Outcome of benign acute childhood myositis: The experience of 2 large tertiary care pediatric hospitals. Pediatric Emergency Care, v. 34, n. 6, p. 400-402, 2018.

Downloads

Publicado

2024-05-22

Edição

Seção

Artigo Original