Sintomas depressivos entre alunos de graduação: levantamento em instituição de ensino do interior do Rio de Janeiro

A. M. Rezende, E. M. S. Vieira, J. O. V. Basili, M. Goulart, S. R. Ferreira, M. A. M. Barreto

Resumo


Várias pesquisas de identificação de sintomas depressivos em universitários apontam um índice elevado de desenvolvimento da patologia durante a vida acadêmica. Estima-se que 15% a 25% dos estudantes apresentam algum tipo de transtorno psiquiátrico durante sua formação acadêmica. Os objetivos desta iniciação científica foram identificar o índice de prevalência de depressão entre alunos das diversas áreas, através de aplicação de inventário apropriado, verificar diferença de incidência da patologia de acordo com a área e produzir conhecimento para atuação psicoprofilática. Foi aplicado, durante 2009 e 2010, o Inventário de Depressão de Beck em voluntários de 19 cursos de uma IES do interior do estado do RJ. A escala consiste de 21 itens, categorizando os resultados em níveis. Foram respondidos 423 inventários (7.2% da população total). Os resultados indicam que 74,4% dos alunos encontram-se sem depressão, 19,5% apresentam sintomas depressivos leves, 5,4% depressão moderada e 0,7% depressão severa. O percentual de alunos sem depressão na área de humanas foi de 20,9%, saúde 19,7% e exatas 33,6%. Com sintomas depressivos leves 7,1% na área de humanas, 6,1% saúde e 6,3% exatas. Com depressão moderada 2,3% humanas, 1,4% saúde e 1,6% exatas. Com depressão severa 0,5% humanas, 0,2% saúde, 0% exatas. Analisando por gênero, encontramos em exatas 132 alunos do sexo masculino e 45 do feminino; em humanas 51 alunos do sexo masculino e 78 do feminino, na saúde 48 do sexo masculino e 69 do feminino. Não houve diferença significativa, considerando-se as áreas. Segundo a literatura, a depressão acomete mulheres com maior frequência, o que pode sugerir que a porcentagem maior de alunos sem depressão esteja em exatas, área predominantemente masculina e a presença de depressão, esteja na área de humanas, predominantemente feminina, dados confirmados na análise de gênero.


Palavras-chave


depressão; sintomas depressivos; estudantes de graduação

Texto completo:

Sem título

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Cadernos UniFOA



Cadernos UniFOA

Campus Três Poços - Av. Paulo Erlei A. Abrantes, 1325 - Três Poços
Prédio 3 - Sala 2 (Casarão)
Volta Redonda - RJ - CEP: 27240-560
Tel.: (24) 3340-8400 – Ramal: 8350

Indexado em:





  • Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.