Otimização do controle de emissão de enxofre na atmosfera no processo de coqueificação

Matheus Siqueira Dias, Camila Aparecida Ferreria de Souza Almeida, Márcio de Araújo Silveira, Tandera Côrtez da Costa, Clifford Neves Pinto, Venicio Siqueira Filho

Resumo


Este artigo tem por finalidade contribuir com as solicitações que a UNESCO tem feito ao meio acadêmico e cientifico em intensificar e produzir trabalhos que visem à redução de poluentes atmosféricos que vem elevando o nível de gases do efeito estufa além da chuva ácida. Foca-se em agregar valor ao processo siderúrgico, nas necessidades mais desejadas de todos os envolvidos direta ou indiretamente, quer sejam funcionários do setor siderúrgico, consumidores, moradores próximos ou habitantes deste planeta. O que está modelado de acordo com a necessidade do cliente. O estudo apresenta um modelo matemático implementado num sistema computacional que promoverá simulações de mistura de carvões no processo de coqueificação. Essas simulações visam avaliar, antes da sua execução, a obtenção da mistura menos poluente, levando em conta a exergia, os tipos de carvões, sua disponibilidade e custo, onde o sistema poderá eleger de modo otimizado esta mistura. Para essa escolha foi necessário empregar conhecimentos de carboquímica, matemática, sustentabilidade, exergia e pesquisa operacional (método simplex). O objetivo é auxiliar a rotina diária do especialista e gestores que escolhem os carvões fazendo-o ter agilidade, eficiência exergética e ambiental além de controle dos materiais disponíveis para a tarefa.

Palavras-chave


Coqueria; coque; otimização; siderurgia; mistura de carvões; gases de efeito estufa; processo de coqueificação; dióxido de enxofre; enxofre.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, F. O Bom Negócio da Sustentabilidade. Rio de Janeiro, Nova Fronteira, 1992.

Associação Brasileira de Normas Técnica (ABNT). ABNT NBR ISSO 50.001. Disponível em: http://www.abnt.org.br/imagens/ABNTNBRISO50001cartilha.pdf. Acesso em 28 de 09 de 2014.

BARROS Neto, B. de; SCARMÍNIO, I. S; BRUNS, R. E. Otimização Simplex Planejamento e otimização de experimentos, Editora Unicamp, 1995.

BORGNAKKE, C. Fundamentos da Termodinâmica. São Paulo: Blucher, 2013.

MARCOVITCH, Jaques. Study on the Competitiveness of the European Companies and Resource Efficiency. Disponível em: https://www.google.com.br/ url?sa=t&rct=j&q=&esrc=s&source=web&cd=3&ved=0CC8QFjACahUKEwi5s8rOnObHAhVFiJAKHYFeD9o&url=http%3A%2F%2Fec.europa.eu%2FDocsRoom%2Fdocuments%2F5189%2Fattachments%2F1%2Ftranslations%2Fen%2Frenditions%2Fnative&usg=AFQjCNFLzO8iAMhoeyGb7guSLXHK0SA2ow&sig2=2uwwIXgc3TCNopBoMclV, 2009.

MARTINS, José Carlos Cordeiro. Gerenciando Projetos de Desenvolvimento de Software com PMI, RUP e UML. 4. ed. Rio de Janeiro: Brasport, 2007.

MAXWELL. (s.d.). PUC-RIO. Disponível em: http://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/11326/11326_3.PDF. Acesso em 28 de 09 de 2014

OSÓRIO, Eduardo. ABMBRASIL. Fonte: ABMBRASIL, 2011. Disponível em : http://www.abmbrasil.com.br/epss/arquivos/documentos/2011.pdf

UNESCO. Monitoramentodos objetivos de educação para todos no brasil. SãoPaulo, Moderna, 2010. Disponível em: http://unesdoc.unesco.org/ images/0018/001899/189923por.pdf. Acesso em: 25 set. 2014.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



Cadernos UniFOA

Campus Três Poços - Av. Paulo Erlei A. Abrantes, 1325 - Três Poços
Prédio 3 - Sala 2 (Casarão)
Volta Redonda - RJ - CEP: 27240-560
Tel.: (24) 3340-8400 – Ramal: 8350

Indexado em:





  • Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.