Programas de intervenção de educação nutricional no ambiente escolar

Autores

  • Tainá Marins Chaves Discente do Curso de Nutrição do Centro Universitário de Volta Redonda.
  • Ana Paula Caetano de Menezes Soares Nutricionista. Docente do Centro Universitário de Volta Redonda, Mestre em Educação em Ciências e Saúde pelo NUTES – UFRJ

DOI:

https://doi.org/10.47385/cadunifoa.v6.n1esp.1219

Palavras-chave:

Educação Nutricional Âmbito Escolar Pesquisa Qualitativa Problematização

Resumo

Este estudo busca identificar o “estado da arte” dos trabalhos que tratam das intervenções de educação nutricional no meio escolar. Foram analisados 23 artigos, que se dividiram em três categorias: estudo epidemiológico em escolas, avaliação de aprendizagem de discentes e docentes e, educação nutricional nos Parâmetros Curriculares Nacionais e matriz curricular. Na primeira categoria notou-se que a obesidade era fator predisponente das patologias analisadas, na qual os autores concluíam que a educação nutricional é importante, sem propor ações de intervenção. Na segunda categoria foram aplicados questionários e outros métodos para avaliar o conhecimento de discentes e docentes sobre o tema, utilizando metodologia quantitativa em sua maioria. A última categoria propõe a inserção de temas transversais na matriz curricular do ensino fundamental, o que contribui para a promoção da saúde, já que um dos temas é saúde. Conclui-se que há carência de estudos nessa área, cujo objeto seja o processo de educação nutricional, além da falta da utilização da abordagem qualitativa como metodologia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Boog MCF. Educação nutricional em serviços públicos de saúde. Cad. Saúde Pública 1999; 2 suppl 15:139-147.

Santos LAS. Educação alimentar e nutricional no contexto da promoção de práticas alimentares saudáveis. Rev. Nutr. Out 2005; 5(18):681-692.

Sobral NAT, Santos SMC. Proposta metodológica para avaliação de formação em alimentação saudável. Rev. Nutr. Jun 2010; 3(23):399-415.

Associação Brasileira de Nutrição. PNAE é detalhado aos representantes dos Conseas Estaduais, 2009. Disponível em:< http://www.asbran.org.br/sitenovo/ noticias.php?dsid=358>. Acesso em: outubro 2010.

Lopes MSV, Saraiva KRO, Fernandes AFC, Ximenes LB. Análise do conceito de promoção da saúde. Texto contexto - enferm. Set 2010; 3(19):461-468.

Bizzo MLG, Lídia L. Educação nutricional nos parâmetros curriculares nacionais para o ensino fundamental. Rev. Nutr. Out 2005; 5(18):661-667.

Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais : introdução aos parâmetros curriculares nacionais. Brasília:MEC/SEF, 1997. 126p.

Cervato AM, Derntl AM, Latorre MRDO, Marucci MFN. Educação nutricional para adultos e idosos: uma experiência positiva em Universidade Aberta para a Terceira Idade. Rev. Nutr. Fev 2005; 1(18):41-52.

Franco AC, Boog MCF. Relação teoriaprática no ensino de educação nutricional. Rev. Nutr. Dez 2007; 6(20):643-655.

Davanço GM, Taddei JAAC, Gaglianone CP. Conhecimentos, atitudes e práticas de professores de ciclo básico, expostos e não expostos a Curso de Educação Nutricional. Rev. Nutr. Jun 2004; 2(17):177-184.

Boog MC, Vieira CM, Oliveira NL, Fonseca O, L’abbate S. Utilização de vídeo como estratégia de educação nutricional para adolescentes: comer... o fruto ou o produto?. Rev. Nutr. Set 2003; 3(16):281-293.

Gomes BMR, Alves JGB. Prevalência de hipertensão arterial e fatores associados em estudantes de Ensino Médio de escolas públicas da Região Metropolitana do Recife, Pernambuco, Brasil, 2006. Cad. Saúde Pública. Fev 2009, 2(25):375-381.

Fernandes OS, Bernardo CO, Campos RMMB, Vasconcelos FAG. Avaliação do efeito da educação nutricional na prevalência de sobrepeso/obesidade e no consumo alimentar de escolares do ensino fundamental. J. Pediatr. Ago 2009; 4(85):315-321.

Barreto, Anna Christina do Nascimento Granjeiro, Brasil, Lana do Monte Paula and Maranhão, Hélcio de S. Sobrepeso: uma nova realidade no estado nutricional de pré-escolares de Natal, RN. Rev. Assoc. Med. Bras., Ago 2007, vol.53, no.4, p.311-316. ISSN 0104-4230

An Benjamin S, Ammerman AS, Ward DS, Ball SC, Sommers JK, Molloy M, Dodds JM. An Intervention to Promote Healthy Weight: Nutrition and Physical Activity Self-Assessment for Child Care (NAP SACC) Theory and Design. Prev Chronic Dis. 2007 July; 3(4):01-12.

Tuma, RCFB, Costa THM, Schmitz BAS. Avaliação antropométrica e dietética de pré-escolares em três creches de Brasília, Distrito Federal. Rev. Bras. Saude Mater. Infant. Dez 2005; 4(5):419-428.

Rodrigues RM, Boog MCF. Problematização como estratégia de educação nutricional com adolescentes obesos. Cad. Saúde Pública. Maio 2006; 5(22):923-931. Gadotti M. Pensamento Pedagógico Brasileiro. Editora ática, 8ª edição, 2004. Pg 32-35

Freire P. Pedagogia da Autonomia - Saberes Necessários à Prática Educativa Editora Paz e Terra. Coleção Saberes. 3ª Edição. 1997.

Pereira ALF. As tendências pedagógicas e a prática educativa nas ciências da saúde. Cad. Saúde Pública. Out 2003; 5(19):1527-1534.

Santos ALC. Didática, Fundação Cecierj. Rio de Janeiro 2008. 2(1):174p

Başkale, Hatice et al. Use of Piaget’s theory in preschool nutrition education. Rev. Nutr., Dec 2009; 6(22)905-917.

Minayo MCS. O desafio do conhecimento – pesquisa qualitativa em saúde. São Paulo: Editora Hucitec; Rio de Janeiro: Editora Abrasco, 1999.

Oliveira, MM. Como fazer pesquisa qualitativa. Rio de Janeiro: Editora Vozes, 2008; 184p.

Iuliano BA, Mancuso AMC, Gambardella AMD. Educação nutricional em escolas de ensino fundamental do município de Guarulhos-SP. O Mundo da Saúde. 2009; 33(3):264-272

Schmitz BAS, Recine A, Cardoso GT,

Silva JRM, Amorim NFA, Bernardon R, Rodrigues MLCF. A escola promovendo hábitos alimentares saudáveis: uma proposta metodológica de capacitação para educadores e donos de cantina escolar. Cad. Saúde Pública. 2008; 2suppl 24:312-322.

Yokota RTC, Vasconcelos TF, Pinheiro ARO, Schmitz BAS, Coitinho DC, Rodrigues, MLCF. Projeto “a escola promovendo hábitos alimentares saudáveis”: comparação de duas estratégias de educação nutricional no Distrito Federal, Brasil. Rev. Nutr. Fev 2010; 1(23):37-47.

Bernardon R, Silva JRM, Cardoso GT, Monteiro RA, Amorim NFA, Schmtiz BAS, Rodrigues MLCF. Construção de metodologia de capacitação em alimentação e nutrição para educadores. Rev. Nutr. Jun 2009; 3(22):398-398.

Iuliano BA. Atividades para promoção de alimentação saudável em escolas de ensino fundamental do município de Guarulhos –SP. [Dissertação de Pós-graduação]. São Paulo: Universidade de São Paulo - Faculdade de Saúde Pública; 2008.

Gabriel CG, Santos MV, Vasconcelos FAG. Avaliação de um programa para promoção de hábitos alimentares saudáveis em escolares de Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. Rev. Bras. Saude Mater. Infant. Set 2008; 3(8):299-308.

Silva ACA, Telarolli RJ, Monteiro MI. Analisando conhecimentos e práticas de agentes educacionais e professoras relacionados à alimentação infantil. Ciênc. educ. (Bauru). 2010; 1(16):199-214.

Zancul MS, VALETA LN. Educação nutricional no ensino fundamental: resultados de um estudo de intervenção. Nutrire: rev. Soc. Bras. Alim. Nutr. 2009; 3(34):125-140.

Domene SMA. A escola como ambiente de promoção da saúde e educação nutricional. Psicol. USP. Dez 2008; 4(19):505-517.

Downloads

Publicado

05-04-2017

Como Citar

CHAVES, Tainá Marins; SOARES, Ana Paula Caetano de Menezes. Programas de intervenção de educação nutricional no ambiente escolar. Cadernos UniFOA, Volta Redonda, v. 6, n. 1esp, p. 31–40, 2017. DOI: 10.47385/cadunifoa.v6.n1esp.1219. Disponível em: https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/1219. Acesso em: 18 jun. 2024.

Edição

Seção

Especial Nutrição

Artigos Semelhantes

<< < 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.