Algoritmo computacional para encontrar o limite de escoamento de metais ferrosos a partir do arquivo texto gerado pelo equipamento de ensaio de resistência à tração

Autores

  • Rafael Iacillo Soares UniFOA
  • Alexandre Fernandes Habibe

DOI:

https://doi.org/10.47385/cadunifoa.v13.n38.1539

Palavras-chave:

Algoritmo. tensão-deformação. limite de escoamento. metais ferrosos.

Resumo

Um dos ensaios muito utilizado para determinar propriedades mecânicas de metais ferrosos é o ensaio de resistência à tração, produz um gráfico tensão-deformação que analisado identifica algumas características importantes, sendo o Limite de Resistência Mecânica e o Limite de Escoamento duas propriedades observáveis e de importância significativa para a engenharia. A máquina de ensaio EMIC DL 10000 de 100kN, ao ensaiar o material devidamente preparado conforme as normas preestabelecidas, produz juntamente com o programa Tesc, um gráfico tensão-deformação, identifica valores de propriedades configuradas e é capaz de exportar um arquivo texto contendo todos os dados da curva gerada ponto à ponto. Esse artigo procura criar um algoritmo computacional capaz de analisar tal arquivo exportado e a partir do mesmo, identificar de forma confiável o Limite de Escoamento do metal ferroso ensaiado, utilizando o método de escoamento convencional 0.2%. Escrito em linguagem básica “portugol”, pode ser traduzido para qualquer linguagem de programação se necessário. Duas amostras de aços aleatoriamente escolhidos, HX 300 LAD e 240 B2, foram preparadas e ensaiadas no equipamento EMIC DL 10000 do laboratório da UniFOA, gerando os relatórios e os arquivos textos necessários para os testes do algoritmo que foi traduzido em linguagem de programação Java 8 a fim de validar os resultados. O algoritmo desenvolvido mostrou-se eficiente em determinar o que se propõe de forma segura e bem próxima da análise visual da curva tensão-deformação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rafael Iacillo Soares, UniFOA

Materiais Metálicos

Referências

ASTM B 577. Standard Test Methods of Tension Testing Wrought and Cast Aluminium – and Magnesium Alloy Products, 2006.

ASTM E 8M. 01 Standard Test Methods of Tension Testing Metallic Materials, 2002.

ASTM E6. Terminology Relating to Methods of Mechanical Testing, 2004.

CORMEN, T. H. et al. Algoritmos - Teoria e Prática. 3ª ed. São Paulo: Elsevier – Campus, 2012.

DEITEL, P, J. Java: como programar. 8ª. ed. São Paulo: Person Prentice Hall, 2010.

Galli, C. A. Caracterização das Propriedades Mecânicas de Compósitos de Matriz de Epóxi com Fibras de Carbono Unidirecionais. 2016. 40 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Monografia) - Curso de Engenharia de Materiais, Escola Politécnica da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ, Rio de Janeiro, 2016.

LEITE, M.C. et al. Ensaio de Tração Mecânica e Análise Metalográfica do Aço SAE 1045, Revista Engenharia em Ação UniToledo, Araçatuba, SP, v. 02, n. 01, p. 83-93, jan./ago. 2017.

RIZZI, C. A. Caracterização por Microscopia Eletrônica de Varredura e de Força Atômica de Produtos da Indústria do Alumínio para Fins de Redução da Rejeição e Aumento da Produtividade. 2010. 114f. Dissertação (Mestrado em Ciência de Materiais) – Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2010.

Ronchi, A. et al. COBEF2017-0513 - Diferenças nas Propriedades Mecânicas das Zonas Termicamente Afetadas (ZTA) em Chapas de Aço-Carbono ASTM A36, Soldadas com Corrente Contínua E com Corrente Pulsada. In: Congresso Brasileiro de Engenharia de Fabricação, 9, 2017. Joinville – SC. Anais... Joinville: ABCM, 2017.

TEIXEIRA, A. de R.; ASSIS, A.F. Análise do Ensaio de Tração em Chapas de Aço 1020 Soldadas por Eletrodo Revestido. JCEC/REQ2 Journal, Vol. 03 N. 01 (2017) 028–030: 2017.

Downloads

Publicado

2018-12-11

Edição

Seção

Tecnologia e Engenharias

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>