Método mãe canguru: benefícios aos recém-nascidos de baixo peso e suas famílias

Autores

  • A. C. B. de Oliveira CESVA – Centro de Ensino Superior de Valença
  • P. M. Hasman CESVA – Centro de Ensino Superior de Valença
  • M. R. Braz CESVA – Centro de Ensino Superior de Valença

DOI:

https://doi.org/10.47385/cadunifoa.v7.n1%20Esp.1953

Palavras-chave:

prematuridade, método mãe canguru, enfermagem

Resumo

A superlotação das unidades neonatais nas quais muitas vezes se encontravam dois ou mais recém-nascidos em uma mesma incubadora fez com que em Bogotá (Colômbia) surgisse o Método Mãe Canguru (CHARPAK, 1999), no ano de 1978 por Edgar Rey Sanabria. E, desenvolvido em 1979 por Héctor Martinez Gomez e Luis Navarrete Péres, no Instituto Materno-infantil de Bogotá (FREITAS; CAMARGO, 2006). A Organização Mundial da Saúde (OMS) define o Método Mãe Canguru (MMC) como o cuidado do recém-nascido de baixo peso, após estabilização inicial, pele à pele com a mãe, iniciado precocemente e mantido de forma contínua e prolongada. É indicado para o recém-nascido pré-termo ou de baixo peso estável, que necessita de proteção térmica, alimentação adequada, observação frequente e proteção contra infecções (OMS, 2004). A falta de conhecimento sobre este método às famílias de bebês de baixo peso prejudica a implantação e o funcionamento do mesmo retardando a recuperação dos bebês, causando o afastamento desnecessário de mãe e filho. Diante do exposto, este trabalho tem como objetivo descrever os benefícios do MMC aos bebês e suas famílias e apontar a participação do Enfermeiro durante a implementação do MMC. Este estudo trata-se de nota prévio de um Trabalho de Conclusão de curso. Terá como abordagem metodológica a revisão de literatura em que serão utilizadas as bases de dados online SCIELO e BDENF. Utilizaremos como descritores os termos: método mãe canguru; baixo peso; enfermagem; prematuridade. Como critérios de inclusão: textos nacionais (objetivando aproximar a discussão ao nosso contexto) e textos com resumos completos. O recorte temporal será de 2007 a 2012 optamos por pesquisar em publicações recentes. A análise dos artigos se dará após organização dos mesmos em fichas com os dados de identificação e uma síntese para apreender as concepções sobre o MMC.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

10/30/2012

Como Citar

OLIVEIRA, A. C. B. de; HASMAN, P. M.; BRAZ, M. R. Método mãe canguru: benefícios aos recém-nascidos de baixo peso e suas famílias. Cadernos UniFOA, Volta Redonda, v. 7, n. 1 Esp, p. 156, 2012. DOI: 10.47385/cadunifoa.v7.n1 Esp.1953. Disponível em: https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/1953. Acesso em: 29 jun. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 > >>