Uso de substâncias lícitas psicoativas entre acadêmicos de enfermagem

Autores

  • A. C. L. de Carvalho CESVA – Centro de Ensino Superior de Valença
  • F. B. Neves CESVA – Centro de Ensino Superior de Valença
  • L. R. M. Silva CESVA – Centro de Ensino Superior de Valença
  • M. R. Braz CESVA – Centro de Ensino Superior de Valença

DOI:

https://doi.org/10.47385/cadunifoa.v7.n1%20Esp.2024

Palavras-chave:

drogas lícitas, dependência química, acadêmicos de enfermagem

Resumo

As drogas lícitas, apesar de legalmente permitidas e aceitas pela sociedade também podem causar dependência além de danos físicos e psicológicos e podemos citar entre estas drogas o álcool, o tabaco e medicamentos usados indevidamente como os benzodiazepínicos, barbitúricos, opiáceos, antidepressivos, anorexígenos, xaropes, e os inalantes e anabolizantes. O ingresso na universidade pode se tornar um período de maior vulnerabilidade para o início e manutenção do uso de álcool e outras drogas (PEUKER et al., 2006 apud WAGNER; ANDRADE, 2008). Na faculdade de enfermagem, em particular, pode-se considerar que um risco de dependência maior por substâncias psicoativas uma vez em que há uma maioria feminina neste curso e as mulheres têm maior hábito de fazerem uso de medicamentos para alterar o humor e acabam desta forma mais suscetíveis ao abuso dos mesmos. Como futuros profissionais de saúde percebemos a necessidade de conhecer o perfil destes jovens para poder estabelecer e desenvolver estratégias de prevenção e atuação em dependência química. Nesse sentido, este estudo tem por objetivos identificar o padrão de consumo de substâncias psicoativas consideradas lícitas entre estudantes universitários no município de Valença e descrever as causas que os levaram a este consumo. A pesquisa trata-se de nota prévia de um Trabalho de Conclusão de curso e será submetida ao Comitê de Ética em Pesquisa com seres Humanos do CESVA/FAA. Terá como abordagem metodológica a pesquisa descritiva-exploratória de caráter epidemiológico. Os informantes serão os universitários do curso de Enfermagem de uma Instituição de Ensino Superior, localizada na região Sul Fluminense do Estado do Rio de Janeiro. Serão atendidos todos os critérios da Resolução 196/96. Como instrumento para a coleta de dados será utilizado uma questionário que visa colher informações sobre atitudes, uso de drogas, comportamento de risco e possíveis prejuízos na vida acadêmica entre acadêmicos de enfermagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

30-10-2012

Como Citar

CARVALHO, A. C. L. de; NEVES, F. B.; SILVA, L. R. M.; BRAZ, M. R. Uso de substâncias lícitas psicoativas entre acadêmicos de enfermagem. Cadernos UniFOA, Volta Redonda, v. 7, n. 1 Esp, p. 208, 2012. DOI: 10.47385/cadunifoa.v7.n1 Esp.2024. Disponível em: https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/2024. Acesso em: 29 nov. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 > >>