Proposta metodológica de análise de microclima urbano por bandas termais do satélite Landsat

Autores

  • V. S. Lisboa UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • L. S. Oliveira UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • D. P. Cintra UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda

DOI:

https://doi.org/10.47385/cadunifoa.v7.n1%20Esp.2164

Palavras-chave:

ilhas de calor, temperaturade superfície, metodologia

Resumo

Com o desenvolvimento dos grandes centros urbanos uma interação entre o espaço físico construído e o ambiente natural é estabelecida, sendo esta apontada como responsável pelo fenômeno denominado ilhas de calor. A banda termal em imagens de satélite capta a energia térmica irradiada / emitida pela superfície alvo varrida pelo sensor infravermelho, sendo capaz de identificar o fenômeno supracitado. O objetivo do presente estudo visa identificar as metodologias utilizadas para extrair das imagens resultados do comportamento climático da superfície, sendo este parte preliminar na identificação de ilhas calor por imagens do satélite LANDSAT-5 TM e LANDSAT-7 ETM+. Desta forma, foram analisados artigos científicos do ano 2000 em diante, observando as diferentes metodologias utilizadas para obtenção dos resultados de temperatura da superfície. Para obtenção dos artigos foi utilizado o Google acadêmico, biblioteca do simpósio brasileiro de sensoriamento remoto e o Science Direct. Foram selecionados até o presente momento cinco trabalhos já publicados contendo informações sobre os fenômenos que influenciam na configuração do microclima urbano, onde observou-se diferentes metodologias empregadas pelos autores para obtenção da mesma em diferentes cenários.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

30-10-2012

Como Citar

LISBOA, V. S.; OLIVEIRA, L. S.; CINTRA, D. P. Proposta metodológica de análise de microclima urbano por bandas termais do satélite Landsat. Cadernos UniFOA, Volta Redonda, v. 7, n. 1 Esp, p. 346, 2012. DOI: 10.47385/cadunifoa.v7.n1 Esp.2164. Disponível em: https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/2164. Acesso em: 2 out. 2022.