Classificação automática de inclusões em aços – preparação de amostras com diferentes tipos de inclusões

Autores

  • V. T. Gonzaga UNIFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • M. R. Baldissera UFF – Universidade Federal Fluminense –
  • S. Paciorni PUC- Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
  • M. I. S. T. Faria UNIFOA – Centro Universitário de Volta Redonda

Palavras-chave:

inclusões em aço, análise de imagem, classificação automática

Resumo

O desenvolvimento de aços avançados requer um controle bastante elaborado da etapa do refino, em particular para o controle da formação das inclusões, que ocorrem através da interação entre o metal líquido e as diversas superfícies do equipamento (inclusões exógenas) ou pela solubilização de gases e outros elementos de liga que posteriormente se precipitam durante o vazamento do metal (inclusões endógenas). Padrões internacionais definem normas para classificação destas inclusões, utilizando métodos clássicos de comparação de quadros – chart comparison e medidas utilizando análise de imagens. No entanto, o processo definido por estas normas ainda é caracteristicamente manual. Estas normas classificam as inclusões de acordo com o tipo de inclusão nas classes A (sulfetos), B (alumina), C (silicatos) e D (óxidos); espessura ou diâmetro; formação de “strings” – seqüências de inclusões alinhadas na direção de laminação; severidade – uma medida da densidade de inclusões. O presente projeto de pesquisa foi desenvolvido em parceria com o grupo de pesquisadores da PUC-Rio que desenvolveu um método automático de classificação de inclusões em aços, com alta confiabilidade estatística, minimizando a interferência do usuário ao longo de todo o procedimento inicialmente baseado nas imagens padrão. O presente trabalho colaborou com uma segunda fase do trabalho que consiste em aplicar a rotina computacional desenvolvida em imagens reais contendo inclusões. Para isso as amostras de aços contendo inclusões foram preparadas metalograficamente e analisadas em MO. Desta maneira será possível fazer uma comparação entre os resultados da rotina automática para separar inclusões das diferentes classes das imagens reais e das imagens de referência da norma.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

01-11-2018

Como Citar

GONZAGA, V. T.; BALDISSERA, M. R.; PACIORNI, S.; FARIA, M. I. S. T. Classificação automática de inclusões em aços – preparação de amostras com diferentes tipos de inclusões. Cadernos UniFOA, Volta Redonda, v. 4, n. 1esp, p. 26, 2018. Disponível em: https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/2550. Acesso em: 2 out. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>