Andragogia: a forma adequada de aprendizagem para o adulto

Autores

  • J. A. Carvalho UniFOA - Centro Universitário de Volta Redonda
  • J. E. N. R. Araújo UniFOA - Centro Universitário de Volta Redonda
  • F. A. Alves UniFOA - Centro Universitário de Volta Redonda

Palavras-chave:

Educação, andragogia, aprendizagem de adultos, aprender-fazendo

Resumo

Este trabalho tem como objetivo promover reflexão sobre a educação à luz da andragogia, visando contribuir para a melhoria do ensino em adultos; transformando-o de objeto a sujeito do processo; subsidiar com a elaboração de uma ferramenta didática informativa sobre a alimentação de adultos e idosos; levando a instrutores, empresas e instituições que lidam a aprendizagem de adultos, a diferença entre a disseminação de conhecimentos sob o olhar andragógico e o pedagógico. No começo do século VII, tiveram início na Europa, as escolas para o ensino de crianças, visando prepará-las para o serviço religioso. Uma série de pressupostos foi utilizada para esse fim, os quais deram origem à pedagogia (do grego: paidos = criança e gogos = educar) e que são utilizados até hoje para fundamentar a educação independente da idade. Hoje se sabe que tais fundamentos são inadequados para outras faixas etárias, senão a infantil. As crianças são dependentes, necessitam de cuidados de terceiros, e a aceitam como normal, esperam a proteção por parte dos professores; na adolescência iniciamse os questionamentos, aparecem as rebeldias e a autoridade do professor deixa de ser absoluta; na idade adulta acumulam-se as experiências, aprendem com os erros, dando conta do que não sabem e quanto esse desconhecimento lhes fazem falta. A andragogia (do grego: andros = adulto e gogos = educar) significa ensino de adultos. Andragogia é a arte de ensinar os adultos, que não são aprendizes sem experiência, pois o conhecimento vem da realidade (escola viva). No modelo andragógico a educação é de responsabilidade compartilhada entre professor e aluno. A andragogia fundamenta-se no “aprender fazendo”. O professor deve aprender que os adultos preferem que ele lhes ajude a compreender a importância prática do assunto a ser estudado, preferem experimentar a sensação de que cada conhecimento fará diferença em suas vidas, mudará efetivamente suas vidas. Nosso entendimento é de que existe um contínuo, no qual a pedagogia, também conhecida como aprendizagem direcionada, posiciona-se em uma extremidade, enquanto a andragogia facilitada, encontra-se em outra. Logo, é de fundamental importância enfatizar o modelo andragógico nas universidades para maior eficiência educacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

02/04/2019