Consórcios Públicos para tratamento de resíduos sólidos no Sul Fluminense e Gestão Ambiental

Autores

  • M. V. Maia UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • R. M. M. Sérvio UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • S. S. S. F. Rodrigues UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • B. S. Santos UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda

Palavras-chave:

Consórcio, Saneamento, Meio Ambiente, Federalismo, Competências

Resumo

As competências constitucionais exigem dos entes federativos condições para a realização de serviços públicos. A maneira adequada em determinados momentos pode surgir da necessidade de atuação sob a forma de parceria, que se verifica com a formação de um consórcio público. Expandir e melhorar os serviços públicos de saneamento deveria ser um dos principais objetivos do Federalismo Brasileiro, pois estes constituem obstáculos ao desenvolvimento e acarretam um aumento na desigualdade social e econômica do país. Sob a ótica de repartição de competências federativas temos o art. 23 da CRFB, que em seu inciso IX, traz, como sendo de competência comum, a promoção de construção de moradias e melhoria das condições habitacionais e de saneamento básico. Não podendo deixar de cumprir o direito fundamental previsto no art. 225 da CRFB, pelo qual todo o ser humano tem direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado e sadio, remetendo-se ainda ao princípio da Dignidade da Pessoa Humana. O Estado tem o dever, e não mera faculdade de defender e preservar o meio ambiente para as gerações atuais e futuras. A administração pública no exercício de suas competências deverá agir com a eficiência e economicidade peculiar ao planejamento da medida que se pretende atingir. Com isto os consórcios seriam um instrumento eficaz para reduzir os custos e para garantir a prestação de serviços com maior qualidade e compartilhamento de resultados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

04-02-2019

Como Citar

MAIA, M. V.; SÉRVIO, R. M. M.; RODRIGUES, S. S. S. F.; SANTOS, B. S. Consórcios Públicos para tratamento de resíduos sólidos no Sul Fluminense e Gestão Ambiental. Cadernos UniFOA, Volta Redonda, v. 3, n. 1 esp, p. 35, 2019. Disponível em: https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/2757. Acesso em: 24 jul. 2024.

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.