O protagonismo do idoso no processo de envelhecimento

Autores

  • P. G. Inácio Unifoa – Centro Universitário de Volta Redonda
  • K. A. A. Escobar Unifoa – Centro Universitário de Volta Redonda

Palavras-chave:

Envelhecimento, questão social, sociedade capitalista

Resumo

A velhice como categoria socialmente construída tem sido vista e tratada de maneira diferente, de acordo com períodos históricos e com as estruturas sociais de cada povo (BRUNO, 2003). O fenômeno do envelhecimento no Brasil tem sido caracterizado por uma “revolução demográfica”. Tal situação se torna um problema social tendo em vista que o país não se encontra estruturado para receber o contingente de idosos. O envelhecimento populacional desponta como uma das maiores conquistas da sociedade, mas paradoxalmente como um dos maiores desafios para a agenda contemporânea. Sobretudo, no que tange a democratização da qualidade de vida, mediante a efetivação de direitos de cidadania preconizados pela legislação em vigor em nosso país. O envelhecimento na sociedade brasileira tem se revelado um fenômeno complexo sendo considerado uma das formas de expressão da questão social, uma vez que implica multifacetados problemas que repercutem o campo social, econômico e político na vida dos idosos e na economia do país como causa e consequência. Refletindo no âmbito individual, familiar e social dos idosos, exigindo políticas sociais para o enfrentamento dessa questão social setorial. Na sociedade capitalista o idoso é visto como indivíduo fraco para compor a força de trabalho, que por valores sociais impedem a participação do mesmo em vários cenários da sociedade. O conhecimento da existência de um modelo social geral de velho, presente no imaginário social, que se constrói pela contraposição à identidade de jovem, levou-nos a pensar sobre questões relativas a construção da identidade do idoso. Embora essa problemática suscite reflexões mais delongadas acerca da fragilidade do Estado burguês capitalista em comportar uma sociedade justa e equânime para todas as idades, o ponto central aqui refere-se a questão para a necessidade de construção de uma nova imagem e lugar para a velhice. Nessa perspectiva este estudo tem por objetivo investigar qual é o protagonismo do idoso no processo de envelhecimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

04-02-2019

Como Citar

INÁCIO, P. G.; ESCOBAR, K. A. A. O protagonismo do idoso no processo de envelhecimento. Cadernos UniFOA, Volta Redonda, v. 3, n. 1 esp, p. 68, 2019. Disponível em: https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/2800. Acesso em: 12 jul. 2024.

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.