Postura e movimento: otimizando a concentração em escolares

Autores

  • V. G. de Oliveira UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • R. O. Bittencourt UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • R. Ravaglia UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • R. Porrozzi UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda

Palavras-chave:

Concentração em escolares, rendimento escolar, postura, método GDS

Resumo

A postura pode ser definida como a posição do corpo no espaço, bem como a relação direta de suas partes com a linha do centro de gravidade. Para que tenhamos uma postura correta é necessária uma integridade do sistema neuromusculoesquelético. Cada indivíduo apresenta características únicas de postura que são influenciados por vários fatores, tais como: genética, patologias, distúrbios psicológicos e condições ambientais. Uma das principais causas de baixo rendimento escolar é o Transtorno do Déficit de Atenção/Hiperatividade, caracterizado por baixa atenção e/ou hiperatividade em relação as crianças de mesma idade e desenvolvimento intelectual. Vários estudos mostram uma associação entre o baixo rendimento escolar destas crianças e alterações na coordenação motora. Associado a estes fatos, a postura sentada gera diversas alterações nas estruturas músculo-esqueléticas da coluna lombar. Além disso, a postura sentada dificulta o retorno da circulação dos membros inferiores e também provoca desconfortos na região do pescoço e membros superiores. Portanto, grande parte dos problemas nas salas de aulas são decorrentes destas situações. O método de Godelieve Dennys Struyf (GDS) de Cadeias Musculares prioriza a leitura corporal e o tratamento das disfunções do sistema locomotor, que propõe uma abordagem global do corpo à partir da relação entre os aspectos psico-comportamentais e atitude postural. Este método pode ser tanto preventivo como terapêutico. Neste trabalho iremos utilizar um conjunto de exercícios extraídos do método GDS e avaliar seu impacto em alunos do ensino fundamental de duas Escolas Municipais e uma particular em Volta Redonda e Pinheral. Utilizaremos o modelo de “treinando–treinadores”, onde indivíduos (professores) serão treinados para repassar os conhecimentos aos alunos e avaliaremos por um período de seis meses os efeitos dos exercícios diários no comportamento global e individual dos alunos, bem como a melhoria no rendimento escolar. Na primeira fase os professores receberão aulas básicas de anatomia humana e leitura postural (segundo o método GDS) para que possam interpretar e ensinar os exercícios e as posturas propostas. Na fase dois os alunos serão expostos ao método, com exercícios diários ministrados pelos professores e estimulados a manterem postura apropriada durante a aula. O monitoramento do desenvolvimento será realizado por meio de filmagens durante o exercício e aulas, para estudo e correções necessárias. Por fim, os alunos serão avaliados pelos professores em conselho de classe e abordarão várias questões referentes ao ganho de concentração e rendimento escolar. Esperamos que com a prática continuada deste método possamos observar um ganho na qualidade do trabalho desenvolvido na sala de aula. Uma vídeo aula deste método será desenvolvida como suporte para os professores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

02/04/2019

Como Citar

OLIVEIRA, V. G. de; BITTENCOURT, R. O.; RAVAGLIA, R.; PORROZZI, R. Postura e movimento: otimizando a concentração em escolares. Cadernos UniFOA, Volta Redonda, v. 3, n. 1 esp, p. 74, 2019. Disponível em: https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/2807. Acesso em: 1 jul. 2022.