Índice epidemiológico de traumatismo dentário nas escolas da rede pública de Volta Redonda

Autores

  • R. C. H. Habibe UniFOA - Centro Universitário de Volta Redonda
  • C. H. Habibe UniFOA - Centro Universitário de Volta Redonda
  • V. de A. Silva UniFOA - Centro Universitário de Volta Redonda

Resumo

As lesões traumáticas em dentes anteriores são bastante comuns na dentição decídua permanente. Estudos demonstram que, desde o nascimento até os 14 anos, 30% da crianças sofrem lesões traumáticas na dentição decídua e 22% na dentição permanent   A falta de informação e tratamentos imediatos após acidentes têm sido as causa freqüentes de perdas de elementos dentários em curto ou médio prazo, dependendo d forma como é conduzido o tratamento dentário no pós – operatório imediato e mediato d Traumatismos Dentários. O objetivo deste trabalho é fazer um levantamento nas escolas de ensino fundamental d rede municipal de Volta Redonda da incidência de traumatismos dentários sofridos pel população estudantil na faixa etária de 7 a 15 anos, e avaliar o nível de esclarecimento d população diante destas situações. A pesquisa a ser realizada terá caráter bibliográfico, exploratório e descritivo. Para levantamento de dados serão distribuídos 3.000 questionários nas escolas públicas d Volta Redonda. Os resultados serão utilizados para verificação do índice epidemiológico de trauma dentais na população pesquisada e para a publicação do perfil de informação. Os dado serão expostos à análise estatística.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

02/11/2019

Como Citar

HABIBE, R. C. H.; HABIBE, C. H.; SILVA, V. de A. Índice epidemiológico de traumatismo dentário nas escolas da rede pública de Volta Redonda. Cadernos UniFOA, Volta Redonda, v. 2, n. 1 esp, p. 21, 2019. Disponível em: https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/2867. Acesso em: 26 jun. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>