A relação mãe-bebê na depressão pós-parto

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47385/cadunifoa.v17.n49.3690

Palavras-chave:

Depressão. Puerpério. Fatores. Sintomas. Prevenção.

Resumo

O estudo objetivou analisar quais fatores corroboram para o desencadeamento da DPP (Depressão pós-parto). Refere-se a uma pesquisa descritiva, abordagem qualitativa e corte transversal. A amostra foi constituída por 10 mulheres do município de Montes Claros- MG, maiores de dezoito anos, que já haviam sido diagnosticadas com DPP. Como instrumento, foi utilizada uma entrevista semiestruturada contendo 20 questões. Foi observado que parte das entrevistadas relataram não ter feito um planejamento para a chegada da criança, já outras participantes, disseram não ter tido um suporte familiar adequado durante o período gravídico-puerperal o que se mostrou relevante para o desencadeamento da DPP.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Wellington Danilo Danilo Soares, Faculdade de Saúde Ibituruna - FASI, Montes Claros, Minas Gerais, Brasil.

Doutor em ciências da saúde pela Universidade Estaduial de Montes Claros - Unimontes.

Caroline Gonçalves Santos, Faculdade de Saúde Ibituruna - FASI, Montes Claros, Minas Gerais, Brasil.

Acadêmica do curso de Psicologiana Faculdade de Saúde Ibituruna – FASI, Montes Claros, MG, Brasil

Mirna Ingrid Rodrigues Jesus, Faculdade de Saúde Ibituruna - FASI, Montes Claros, Minas Gerais, Brasil.

Acadêmica do curso de Psicologiana Faculdade de Saúde Ibituruna – FASI, Montes Claros, MG, Brasil

Raquel Schwenck de Mello Vianna Soares, Universidade Federal dos vales do Jequitinhonha e Mucuri – UFVJM

Doutora em educação pela Universidade Católica de Santa Fé - Argentina.

Kimberly Marie Jones, Faculdade de Saúde Ibituruna - FASI, Montes Claros, Minas Gerais, Brasil.

Especialização em Latin American Studies e doutorado em Anthropology pelo University of Pittsburgh, Pittsburgh, Pennsylvania, EUA.

Referências

ALIANE, P. P.; MAMEDE, M. V.; FURTADO, E. F. Revisão Sistemática sobre Fatores de Risco Associados à Depressão Pós-parto. Psicologia em Pesquisa, v. 5, n. 2, p. 146-155, 2011.

ARAUJO, V.L.F. Depressão pós-parto, psicose pós-parto e tristeza materna. Pediatria Moderna, v. 41, n. 4, p. 01-07, 2005.

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

FREITAS, M. E. S.; SILVA, F. P.; BARBOSA, L. R. Análise dos fatores de risco associados à depressão pós-parto: revisão integrativa. Atenção à Saúde, v. 14, n. 48, p. 99-105, 2016. DOI: https://doi.org/10.13037/ras.vol14n48.3351

GREINERT, B. R .M.; et al. A relação mãe-bebê no contexto da depressão pós-parto. Saúde e Pesquisa, v. 11, n. 1, p. 82-97, 2018. DOI: https://doi.org/10.17765/1983-1870.2018v11n1p81-88

MORAES, I. G. S.; et al. Prevalência da depressão pós-parto e fatores associados. Revista de Saúde Pública, v. 40, n. 1, p. 65-70, 2006. DOI: https://doi.org/10.1590/S0034-89102006000100011

OLIVEIRA, M. G. et al. Sentimentos de mulheres com depressão pós-parto frente ao aleitamento materno. Enfermagem em Foco, v. 10, n. 3, p. 88-92, 2019. DOI: https://doi.org/10.21675/2357-707X.2019.v10.n3.1702

PEREIRA, P. K.; LOVISI, G. M. Prevalência da depressão gestacional e fatores associados: Archives of Clinical Psychiatry, v. 35, n.4, p. 144-53, 2008. DOI: https://doi.org/10.1590/S0101-60832008000400004

SARAIVA, E. R. A.; COUTINHO, M. P. L. O sofrimento psíquico no puerpério: um estudo psicológico. Revista Mal-Estar e Subjetividade, v. 8, n. 2, p. 505-527, 2008.

SCHMIDT, E. B.; PICCOLOTO, N. M.; MULLER, M. C. Depressão pós-parto: fatores de risco e repercussões no desenvolvimento infantil. Revista Psico-USF, v. 10, n. 1, p. 61-68, 2005. DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-82712005000100008

SILVA, M. M. J.; LIMA, G. S.; MONTEIRO, J. C. S.; CLAPIS, M. J. Depressão na gravidez: fatores de risco associados à sua recorrência. Revista Eletrônica Saúde Mental Álcool e Drogas, v. 16, n. 1, p. 1-12, 2020. DOI: https://doi.org/10.11606/issn.1806-6976.smad.2020.153332

STRAUSS, A.; CORBIN, J. Basics of qualitative research grounded theory procedures and techniques. London: Sage Publications; 1990. 21 p.

THEME FILHA, M. M.; AYERS, S.; GAMA, S. G.; LEAL, M. C. Factors associated with postpartum depressive symptomatology in Brazil: The birth in Brazil national research study, 2011/2012. Journal of Affective Disorders, n. 194, p. 159-167, 2016. DOI: https://doi.org/10.1016/j.jad.2016.01.020

Downloads

Publicado

02-08-2022

Como Citar

SOARES, W. D. D.; SANTOS, C. G.; JESUS, M. I. R.; SOARES, R. S. de M. V.; JONES, K. M. A relação mãe-bebê na depressão pós-parto. Cadernos UniFOA, Volta Redonda, v. 17, n. 49, p. 147–156, 2022. DOI: 10.47385/cadunifoa.v17.n49.3690. Disponível em: https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/3690. Acesso em: 13 ago. 2022.

Edição

Seção

Ciências Biológicas e da Saúde