Educopédia: narrativas dos professores de educação física sobre a plataforma

Autores

  • Glhevysson dos Santos Barros Universidade do Grande Rio (Unigranrio)
  • Gláucia Regina da Silva Santos Universidade do Grande Rio (Unigranrio)
  • Maria Aparecida dos Santos Siqueira Universidade do Grande Rio (Unigranrio)

DOI:

https://doi.org/10.47385/cadunifoa.v17.n48.3772

Resumo

O referido trabalho apresenta resultados de uma pesquisa sobre a plataforma Educopédia, tendo como participantes professores de educação física da rede Municipal de Educação do Rio de Janeiro. O objetivo do estudo é relatar como esses professores conheceram e aprenderam utilizar a plataforma, além de apresentar a avaliação desses profissionais com relação aos cursos para utilização dessa nova ferramenta e o que acham da interface, da metodologia, entre outros. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, privilegia-se assim análise de documentos concebidos pelos colaboradores por meio de entrevistas, para subsidiar nossas análises a partir das narrativas expressadas pelos os mesmos.  Este estudo conclui que a Educopédia representa uma possibilidade viável de se implementar e garantir uma educação de qualidade que esteja de acordo com as expectativas trazidas pelo aluno contemporâneo ao espaço educacional, permitindo uma participação ativa do aluno e apontando para uma dinâmica interdisciplinar, acionando diferentes saberes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Glhevysson dos Santos Barros, Universidade do Grande Rio (Unigranrio)

Doutorando em Humanidades, cultura e Artes. Graduação em Educação Física.

Gláucia Regina da Silva Santos, Universidade do Grande Rio (Unigranrio)

Doutoranda em Humanidades, cultura e Artes. Graduação em Letras.

Maria Aparecida dos Santos Siqueira, Universidade do Grande Rio (Unigranrio)

Doutoranda em Humanidades, cultura e Artes. Graduação em Pedagogia.

Referências

BARROS, Glhevysson dos Santos. A Educopédia nas aulas de educação física: um estudo com os professores da Secretaria Municipal

de Educação do Rio de Janeiro. Dissertação (Humanidades, Cultura e Artes) - Universidade do Grande Rio, 2016.

BARROS, G. S.; PUGGIAN, C.; TRIANI, F. S. A plataforma Educopédia: novo viés para o processo de ensino e aprendizagem nas aulas de educação física. The FIEP Bulletin, v. 86, p. 1-8, 2016. DOI: https://doi.org/10.16887/fiepbulletin.20171110621069

BARROS, G. S; TRIANI, F. S. A utilização de recursos tecnológicos por professores de Educação Física do município do Rio de Janeiro. Revista Motrivivência, v. 31, p. 1-17, 2019. DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8042.2019e55618

BENJAMIN, W. O Narrador. In: Obras escolhidas I: Magia e técnica, arte e política. 10. ed. Tradução: Sérgio Paulo Rouanet, São Paulo: Brasiliense, 1996.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei nº 9394/96). Brasília, 1996.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, 1988.

FARA, P. Uma breve história da ciência. São Paulo, SP: Editora Fundamento Educacional Ltda, 2014.

GALVÃO, M. C. A.; LEITE, L. S. Educopédia: uma experiência em construção. Rio de janeiro. Mai. de 2011. Disponível em: http://www.abed.org.br/congresso2011/cd/165.pdf. Acessado em: 15 maio 2015.

PORTO, T. M. E. As tecnologias estão nas escolas. E agora, o que fazer com elas? In: FANTIN, M.; RIVOLTELLA, P. C. (org.). Cultural digital e escola: pesquisa e formação de professores. Campinas, SP, Papirus, 2012.

Downloads

Publicado

04/01/2022

Edição

Seção

Ciências Sociais Aplicadas e Humanas