Análise estatística de uma célula combustível membrana trocadora de prótons

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47385/cadunifoa.v19.n54.4806

Palavras-chave:

célula de combustível, eficiência da célula, análise de distribuição de dados, modelos de regressão, projeto de experimentos

Resumo

A crescente preocupação com os impactos ambientais e o esgotamento das fontes de combustíveis fósseis o uso da tecnologia de células de combustível surge como uma alternativa. Essa tecnologia, que opera com gases de hidrogênio e oxigênio para produzir água e energia, destaca-se por sua capacidade de gerar energia sem emitir poluentes durante o processo. Este estudo aprofunda-se no funcionamento de uma célula de combustível de membrana polimérica, realizando uma análise estatística da influência das pressões dos reagentes e da temperatura de operação nas concentrações de reagentes na interface eletrodo-membrana, potencial de Nernst, e nas curvas de polarização e potência da célula. Para alcançar isso, foi utilizado um modelo comercialmente disponível de célula de combustível, conhecido como Ballard Mark IV, operando dentro de intervalos de pressão de 1 a 3 atm e temperaturas variando de 60 a 90 °C. As concentrações de reagentes e o potencial de Nernst foram observados se aproximando de uma distribuição normal padronizada. Por outro lado, a voltagem de saída da célula, assim como a potência elétrica desenvolvida, mostraram desvio do comportamento normalizado na região de efeitos de concentração. Modelos de regressão apresentaram um alto coeficiente de determinação, conferindo confiabilidade à formulação matemática. Condições operacionais ideais foram encontradas considerando a maximização da voltagem da célula, densidade de corrente, potência e eficiência. Neste estudo, a região de melhor eficiência da célula foi alcançada dentro de intervalos de pressão e temperatura de 2,5 a 3 atm e 78 a 90 °C, respectivamente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fábio José Bento Brum, UFF

.

Thiago José Cyrne Moreno, Universidade Federal Fluminense

.

Weslley Luiz da Silva Assis, Universidade Federal Fluminense

.

Referências

BARBETLA, REIS, BORNIA. Estatística para Cursos de Engenharia e Informática. Editora Atlas, 2004.

BPI CONSULTING. Anderson-Darling test for normality. 2011. Disponível em: Acesso em: 30 set 2018.

FARQAD AL-HADEETHI, MOH’D AL-NIMR, MOHMAMMAD AL-SAFADI. Using the multiple regression analysis with respect to ANOVA and 3D mapping to model the actual performance of PEM (proton exchange membrane) fuel cell at various operating conditions. Energy. v 90, p. 475 -482, 2015. DOI: https://doi.org/10.1016/j.energy.2015.07.074

LAVIOLA, Maximiller. Avaliação energética e exergética em células combustíveis de membrana trocadora de prótons em regime permanente para diferentes variáveis de processo. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal Fluminense, 2017.

LEO, T. J.; DURANGO, J. A.; NAVARRO, E. Exergy analysis of PEM fuel cells for marine applications. Energy, v. 35, n. 2, p. 1164-1171, 2010. DOI: https://doi.org/10.1016/j.energy.2009.06.010

LOPES, F. C., WATANABE, E. H., ROLIM, L. G. B., FURTADO, J. G. M., "Modelo Alternativo de um Empilhamento de Células a Combustível do tipo PEM Baseado em Rede Neural Recorrente para Aplicações de Controle em Tempo Real". In: Anais do XXII Seminário Nacional de Produção e Transmissão de Energia Elétrica —XXII SNPTEE, Brasília-DF, Brasil, outubro 2013.

Downloads

Publicado

11-06-2024

Como Citar

BENTO BRUM, Fábio José; CYRNE MORENO, Thiago José; DA SILVA ASSIS, Weslley Luiz. Análise estatística de uma célula combustível membrana trocadora de prótons. Cadernos UniFOA, Volta Redonda, v. 19, n. 54, p. 1–19, 2024. DOI: 10.47385/cadunifoa.v19.n54.4806. Disponível em: https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/4806. Acesso em: 13 jul. 2024.

Edição

Seção

Tecnologia e Engenharias

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)