“A Greve Continua!”: Algumas Considerações Historiográficas Sobre os Movimentos Grevistas de Volta Redonda

Autores

  • Edson Teixeira da Silva Júnior Centro universitário de volta redonda Unifoa
  • Ivanilde de Sousa e Silva Centro universitário de volta redonda Unifoa
  • Luis Carlos Castilho Centro universitário de volta redonda Unifoa
  • Priscila Silveira Centro universitário de volta redonda Unifoa
  • Roosevelt Bruno de Souza Chrisostomo Centro universitário de volta redonda Unifoa

DOI:

https://doi.org/10.47385/cadunifoa.v4.n7.903

Palavras-chave:

Greve, Novo Sindicalismo, Volta Redonda.

Resumo

Este artigo se vincula ao Programa de Iniciação Científica (PIC) realizado junto ao Centro Universitário de Volta Redonda (UNIFOA), cujo título é “Arigó, peão e capacete branco: memória e história da greve ocorrida em Volta Redonda, em 1988”. O artigo tem como objetivo principal estudar como se deu a greve de 1988. Nesse sentido, foi necessária a recuperação de certos acontecimentos, como a fundação da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), a criação e o desenvolvimento do Sindicato dos Metalúrgicos e a emancipação da cidade de Volta Redonda, assim como, o debate em torno do “novo sindicalismo” e sua manifestação na “cidade do aço”.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANTUNES, Juarez. A Explosão Siderúrgica. Revista Ensaio, São Paulo, 1989.

APARECIDO DA SILVA, Roque. A greve de 1968 em Osasco. In Rebeldes e Contestadores: 1968

– Brasil/França/Alemanha. Fundação Perseu Abramo: São Paulo, 1999.

BEDE, Waldyr Amaral. Volta Redonda na era Vargas (1941-1964). Volta Redonda: SMC/PMVR,

BIONDI, Aloysio. O Brasil Privatizado: um balanço do desmonte do Estado. São Paulo:

Fundação Perseu Abramo, 1999.

BOITO JR, Armando (org.). O sindicalismo brasileiro nos anos 80. Rio de Janeiro, São Paulo:

Paz e Terra, 1981.

GORENDER, Jacob. Combate nas trevas. São Paulo: Ática, 1998.

GRACIOLLI, Edílson. Um caldeirão chamado CSN. Uberlândia: Edufu, 1997.

__________. Um laboratório chamado CSN – greves, privatização e sindicalismo de parceria (a trajetória do Sindicato dos Metalúrgicos de Volta Redonda 1989-1993). Campinas, 1999, Tese de Doutoramento, Unicamp.

GRAMSCI, Antonio. Cadernos do Cárcere, volume 3. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2002.

MATTOS, Marcelo Badaró. Novos e Velhos sindicalismos no Rio de Janeiro (1955

. Rio de Janeiro: Vício de Leitura, 1998.

_________. Trabalhadores e sindicatos no Brasil. Rio de Janeiro: Vício de Leitura, 2002.

_________. O sindicalismo brasileiro após 1930. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2003.

_________.Greves e repressão policial ao sindicalismo carioca. Rio de Janeiro: APERJ/FAPERJ, 2003.

MARX, Karl & ENGELS, Friedrich. Obras Escolhidas. Lisboa: Moscou, Progresso, 1982, 3 vols.

MARX, Karl. Para a crítica da Economia Política. In Marx (Coleção Os Pensadores). São Paulo:

Abril Cultural, 1978.

______. O Capital. Crítica da Economia Política. Livro 1, volumes I e II. São Paulo, Difel, s/d.

MENDONÇA, Sônia Regina de. & FONTES, Virginia Maria. História do Brasil

recente. São Paulo: Ática, 2001.

MONTEIRO, Geraldo Tadeu Moreira. Sindicato dos Metalúrgicos de Volta Redonda: 50 anos

brasileiros. Rio de Janeiro: FSB Comunicações, 1995.

MOREIRA, Regina da Luz . CSN: um sonho feito de aço e ousadia e fogo. Rio de Janeiro:

Iarte,2000.

MOREL, Regina Lucia de Moraes. A ferro e fogo: construção e crise da “família siderúrgica”. O

caso de Volta Redonda (1941-1968). Tese de doutorado. São Paulo, USP/DEPTO de Sociologia,

, 3v.

______. Empresa Estatal e gestão da força de trabalho. Rio de Janeiro: UFRJ, IFCS, 1988, 30p.

POLLAK, Michael. Memória, esquecimento e silêncio. In Revista Estudos Históricos.

Rio de Janeiro, vol. 5, nº. 10, 1992, p. 200-212.

RAMALHO, José Ricardo. Empresas estatais de primeira geração: formas de gestão e ação

sindical. In O trabalhador carioca: estudos sobre trabalhadores urbanos do Estado do Rio de

Janeiro. Rio de Janeiro: JC, 1994.

__________. Estado-Patrão e luta operária: o caso FNM. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1989.

RÉMOND, René (org.). Por Uma História Política. Rio de Janeiro: FGV/UFRJ, 1996.

REVISTA ARIGÓ. Volta Redonda, Centro de Cultura Popular, Novembro de 1989.

REVISTA MANCHETE, Rio de Janeiro, 24 de novembro de 1988, nº 1.910.

SANTANA, Marco Aurélio. Homens Partidos. São Paulo: Boitempo, 2001.

_________. Uma cidade em movimento: trabalhadores e política em Volta Redonda(1980

, Mimeo, s/d.

SERBIN, Kenneth P. Diálogos na sombra. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.

SOUZA, Jessie Jane Vieira de. Valentim, o guardião da memória circulista (1947-1958).

Campinas, 1992, Dissertação de Mestrado, IFCH – Unicamp.

VEIGA, Sandra Mayrink e FONSECA, Isaque. Entre o aço e as armas. Petrópolis: Vozes, 1989.

WEFFORT, Francisco. Origens do sindicalismo populista no Brasil – a conjuntura do após

guerra. In Estudos Cebrap, nº 4. São Paulo: Cebrap, abril=junho de 1973.

_________. Participação e conflito industrial:Contagem e Osasco 1968. São Paulo: Cebrap,

________. O populismo na política brasileira. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1980.

Downloads

Publicado

03/27/2017

Edição

Seção

Ciências Sociais Aplicadas e Humanas

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)