Web Semântica: Uma Rede de Conceitos

Autores

  • José Maurício dos Santos Pinheiro Centro universitário de volta redonda Unifoa

DOI:

https://doi.org/10.47385/cadunifoa.v4.n9.930

Palavras-chave:

Internet Semântica, Web 3.0, Rede de Conceitos, Ontologias, Metadados.

Resumo

A popularização do uso dos computadores e da acessibilidade à Internet produziu uma mudança nos modos de uso da informação cuja extensão ainda não está completamente delineada. De um catálogo de informações universais e páginas estáticas, a Internet evoluiu para uma proposta de participação humana na criação do seu conteúdo, permitindo a maior interatividade dos usuários. Outra proposta, ainda mais revolucionária, considera a Internet uma Rede de Conceitos, onde as palavras fazem sentido às maquinas e deixam de existir apenas como letras transformadas em algoritmos. É a Internet 3.0, Web 3.0 ou ainda Web Semântica, que permite a recuperação da informação e organização do conhecimento por seres humanos e máquinas, e onde a pesquisa estabelece relações, ou seja, em vez de um grande catálogo de dados aleatórios, a Internet transforma-se em um guia universal e inteligente. O presente artigo apresenta a Web Semântica como um projeto que busca padronizar as formas de descrição do conteúdo e gerar verossimilhança na comparação dos dados para a recuperação das informações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AFONSO, M. M. R. Semantic web. Porto: Universidade do Porto, 2001. Disponível em: <http://www.fe.up.pt/~mgi00014/ari/SW.doc>. Acesso em dez. 2008.

ALMEIDA, M. B.; BAX, M. P. Uma visão geral sobre ontologias: pesquisa sobre definições, tipos, aplicações, métodos de avaliação e de construção. Ciência da Informação, Brasília, v.32, n.3, p.7-20, 2003.

BERNERS-LEE, T.; HENDLER, J.; LASSILA, O. The Semantic Web. Scientific American, maio 2001. Disponível em: <http://www.sciam.com/article.cfm?id=the-semantic-web> Acesso em dez. 2008.

DZIEKANIAK, G. V.; KIRINUS, J. B. Web Semântica. Encontros Bibli: Revista Eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da Informação. Universidade Federal de Santa Catarina, n.18, p. 20-39. Florianópolis, 2004.

GRUBER, T. R. What is an Ontology? Disponível em: <http://www.ksl.stanford.edu/kst/what-is-an-ontology.html>. Acesso em dez 2008.

HENDLER, J. Agents and the semantic web. IEEE Intelligents Systems, mar./abr. 2001.

MOURA, A. M. C. A web semântica: fundamentos e tecnologias. Rio de Janeiro: IME, 2002. Disponível em: <http://www.ipanema.ime.eb.br/~anamoura/publicacoes.html>. Acesso em: dez. 2008.

W3C - Semantic Web. Disponível em <http://www.w3.org/2001/sw/>. Acesso em nov. 2008.

W3C - Web-Ontology (WebOnt) Working Group. Disponível em <http://www.w3.org/2001/sw/WebOnt/>. Acesso em nov. 2008.

Downloads

Publicado

27-03-2017

Como Citar

PINHEIRO, J. M. dos S. Web Semântica: Uma Rede de Conceitos. Cadernos UniFOA, Volta Redonda, v. 4, n. 9, p. 23–27, 2017. DOI: 10.47385/cadunifoa.v4.n9.930. Disponível em: https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/930. Acesso em: 2 out. 2022.

Edição

Seção

Tecnologia e Engenharias