Mantendo a disciplina: procedimentos de gestão da sala de aula

Fábio Luiz da Silva, Fabiane Tais Muzardo, Julho Zamariam

Resumo


O objetivo desse artigo é apresentar os resultados de uma pesquisa que buscou verificar as estratégias utilizadas por professores brasileiros para a gestão da sala de aula diante do comportamento perturbador dos alunos. Foi realizada pesquisa de campo com professores brasileiros de doze cidades, que responderam a um questionário que indagava sobre as estratégias adotadas diante da indisciplina e da continuidade do comportamento perturbador. A análise dos resultados permite perceber uma série de semelhanças e diferenças quanto às abordagens dos professores reveladas em pesquisas anteriores. No caso dos professores investigados, os dados recolhidos apontam para uma crise na autoridade dos professores em sala de aula, situação que os encoraja a deixar para outras instâncias – família ou equipe diretiva da escola – a solução dos casos de indisciplina.

Palavras-chave


gestão em sala de aula. indisciplina. ensino. autoridade. prendizagem

Texto completo:

PDF

Referências


AKIN-LITTLE, K. A.; LITTLE, S. G.; LANITI, M. Teachers’ use of classroom management procedures in the United States and Greece: a cross-cultural comparison. School Psycology International, v. 28, n.1, 2007, p. 53-62. doi:10.1177/0143034307075680

AQUINO, J. G. Indisciplina escolar: um itinerário de um tema/problema de pesquisa. Cadernos de Pesquisa, v. 46, n. 161, jul./set., 2016, p. 664-692. doi: 10.1590/198053143670

BAGLEY, W. C. Classroom management: Its principles and technique. New York: The MacMillan Company, 1908.

BARNARD, H. School architecture or contributions to the improvement of school-houses in The United States. New York: A. S. Barnes & Co, 1848.

BISSONNETTE, S.; GAUTHIER, C.; CASTONGUAY, M. L’Enseignement Explicite des Comportaments: pour une gestion efficace des élèves en classe dans l’école. Quebec: Cheneliére Éducation, 2016.

BOTO, Carlota. A Liturgia escolar na idade moderna. Campinas: Papirus, 2017.

BRASTER, S.; GROSVENOR, I.; ANDRÉS, M. M. P. The Black Box of Schooling: a Cultural History of the Classroom. Brussels: PIE Peter Lang, 2011.

BROPHY, J. History of research on classroom management. In EVERTSON, C. M.; WEINSTEIN, C. (Orgs.) Handbook of classroom management: research, practice and contemporary isues. New York/London, Routledge, 2011

CARVALHO, J. S. F. Autoridade e educação: o desafio em face do ocaso da tradição. Revista Brasileira de Educação, v. 20, n. 63, 2015, p. 975-993. doi:10.1590/S1413-24782015206309

COMENIUS, J. A. The Orbis Sensualim Pictus. New York: C.W. Bardeen Publicher, (1887) [1685]. Disponível em: .

FERREIRA, A. C.; SANTOS, E. R.; ROSSO, A. J. Representação Social da Indisciplina Escolar. Revista Psicologia: Teoria e Prática, v. 32, n. 1, 2016, p. 199-208. doi: 10.1590/0102-37722016012074199208

GAUTHIER, C. et al. Por uma teoria da pedagogia: pesquisas contemporâneas sobre o saber docente. Ijuí: Editora Unijuí, 2013.

GAUTHIER, C.; BISSONNETTE, S.; RICHARD, M. Ensino explícito e desempenho dos alunos: a gestão dos aprendizados. Petrópolis: Vozes, 2014.

KORPERSHOEK, H. et al. A Meta-analysis of the effects of classroom management strategies and classroom programs on student’s academic, behavioral, emotional, and motivational outcomes. Review of Educational Research, v. 20, n. 10, 2016, p. 1-38. doi:10.3102/0034654315626799

LEDO, V. A. A Indisciplina escolar nas pesquisas acadêmicas. 245f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Pontíficia Universidade Católica. São Paulo, 2009. Disponível em: .

LEWIS, R. et al. Students’ reaction to classroom discipline in Australia, Israel and China. Teaching and Theacher Education, v. 24, n. 3, 2008, 715-724. doi:10.1016/j.tate.2007.05.003

LEWIS, R.; ROMI, S; QUI, X.; KATZ, Y. J. Teachers’ Classroom Discipline and Student Misbehaviour in Australia, China and Israel, Teaching and Teacher Education, v. 21, n. 6, 2005, p. 729–741. doi:10.1016/j.tate.2005.05.008

LO, Y.; VICENT, C. G.; ROBINSON-ERVIN, P. Culturally responsive classroom management. In EMMER, E. T.; SABORNIE, E. J. (Orgs.) Handbook of classroom management. New York: Routledge, 2015. p. 411-430.

MA, X.; WILLMS, J. D. School disciplinary climate: characteristics and effects on eighth grade achievement. The Alberta Journal of Educational Research, v. 50, n. 2, 2004, p. 169-188. Disponível em: http://ajer.journalhosting.ucalgary.ca/index.php/ajer/index

MONTGOMERY, L. M. Anne de Green Gables. São Paulo: Martins Fontes, 2009.

MONTUORO, P.; LEWIS, R. Students’ perceptions of misbehavior and classroom management. In EMMER, E. T.; SABORNIE, E. J. Handbook of classroom management. New York: Routledge, 2015. p 344-362.

MORICONI, G.; BÉLANGER, J. Student behaviour and use of class time in Brazil, Chile and Mexico: evidence from TALIS 2013. OECD. 2015. Disponível em: .

NASEY, C. (2012). Teachers’ use of classroom-based management strategies: a survey of New Zealand teachers. Dissertação (Mestrado em Psicologia Educacional). 107f. Massey University, Albany, New Zeeland, 2012. Disponível em: .

NING, B. et al. The influence of classroom disciplinary climate of schools on reading achievement: a cross-country comparative study. School Effectiveness and School Improvement: An International Journal of Research, Policy and Practice, mar., 2015, p. 1-26. doi: 10.1080/09243453.2015.1025796

OCDE. Teaching and learning international survey (TALIS). OCDE. 2014. Disponível em: .

REYNOLDS, D. et al. World class schools: international perspectives on school effectiveness. London/New York: Routledge, 2002.

REYNOLDS at al. Effective school processes. CHAPMAN at al. The Routledge international handbook of educational effectiveness and improvement: research, policy and practice. London/New York: Routledge, 2016.

ROGERS, B. Gestão de relacionamento e comportamento em sala de aula. Porto Alegre: Artmed, 2008.

SHIMAHARA, N. K. Politics of Classroom Life: classroom management in the international perspective. New York/London: Routledge, 2013.

SILVA, R. R. Disciplina escolar e gestão de sala de aula no campo educacional brasileiro. Revista Educação & Realidade, v. 41, n. 2, 2016, p. 533-554. doi:10.1590/2175-623646473

SOARES, A. S. A Autoridade do professor e a função da escola. Revista Educação & Realidade, v. 37, n. 3, 2012, p. 841-861. Disponível em: .

SOARES, J. F. O Efeito da escola no desempenho cognitivo de seus alunos. Revista Electrónica Iberoamericana sobre Calidad, Eficacia y Cambio en Educación, v. 2, n. 2, 2004, p. 83-104. Disponível em: .

SOARES, J. F. Melhoria do desempenho cognitivo dos alunos do ensino fundamental. Cadernos de Pesquisa, v. 37, n. 130, 2007, p. 135-160. doi:10.1590/S0100-15742007000100007

TEACHERS are people. Direção: Jack Kinney. 6min. e 12seg. Son., color., Disney, 1952. Disponível em: .

WEINSTEIN, C. S.; NOVODVORKY, I. Gestão da sala de aula: lições da pesquisa e da prática para trabalhar com adolescentes. Porto Alegre: AMGH, 2015


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Cadernos UniFOA



Cadernos UniFOA

Campus Três Poços - Av. Paulo Erlei A. Abrantes, 1325 - Três Poços
Prédio 3 - Sala 2 (Casarão)
Volta Redonda - RJ - CEP: 27240-560
Tel.: (24) 3340-8400 – Ramal: 8350

Indexado em:





  • Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.