Escola profissional Henrique Goulart e o seu processo de escolarização: o papel da educação física no cotidiano escolar (1950-1955)

Autores

  • Cínthia Emerenciana de Almeida Centro Universitário de Volta Redonda – UniFOA
  • Edivânia Souza da Conceição Centro Universitário de Volta Redonda – UniFOA
  • Marcelo Paraíso Alves Centro Universitário de Volta Redonda – UniFOA

Palavras-chave:

Escolarização, Disciplinarização, Escola Profissional, Educação Física

Resumo

O presente artigo fala sobre o processo de escolarização na Escola Profissional Henrique Goulart, na cidade de Barra do Piraí. O estudo priorizou a discussão sobre a influência da ideologia do Estado e a sua intenção de forjar uma mão-de-obra capacitada, na tentativa de conceber um corpo forte, robusto e saudável capaz de atender as necessidades do país – defesa da nação e industrialização. Dessa forma a pesquisa procurou entretecer a ideologia Varguista - as políticas educacionais do Estado – às influencias no processo de formação
profissional dos sujeitos por meio das aulas de Educação Física no cotidiano escolar. Para tal intento, realizamos dois caminhos metodológicos que se
entreteceram: a iconografia e a história oral. As fontes documentais que emergiram dessas fontes nos possibilitou a visualização a respeito do papel da Educação Física no processo de formação profissional que buscava forjar um padrão de corpo
estabelecido a partir das transformações sociais, culturais e econômicas ocorridas
no Brasil após a Revolução de 1930. Como referencial teórico pautamos as
reflexões a partir dos seguintes autores: Grando, Brandi, Gomes, Castellani, dentre
outros. O que nos encaminhou para utilização de alguns conceitos fundamentais:
Militarização do Corpo, Trabalhismo e Corporativismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

07/18/2018

Edição

Seção

Especial Educação Física

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)