Influência de membros no teste de flexibilidade seat and reach em universitárias

Autores

  • Glaisson da Silva Araújo Centro Universitário de Volta Redonda - UniFOA.
  • Carlos Marcelo de Oliveira Klein Centro Universitário de Volta Redonda - UniFOA; Centro Universitário Augusto Mota - UNISUAM; Centro Universitário de Barra Mansa - UBM.

Palavras-chave:

Flexibilidade. Teste sentar e alcançar. Universitárias. Coluna lombar.

Resumo

O nível de flexibilidade dos Isquiotibiais e a mensuração de seu comprimento pode responder às possíveis disfunções e lesões causadas pela alteração de sua flexibilidade, levando a lesões musculares e alterações biomecânicas que causam pubalgias, lombalgias, tendinite se desvios posturais (CARDOSO, 2007). O teste sentar e alcançar é um dos testes mais utilizados para mensurar flexibilidade da coluna lombar e dos músculos isquiotibiais, no entanto da maneira como era administrado não permitia identificar as diferenças no comprimento de membros ou diferenças e a influência destes na medida da flexibilidade (WILMORE e COSTILL, 1988). O objetivo deste estudo foi verificara influência do tamanho dos membros na mensuração da flexibilidade, de acordo com Werner et al. (1992), no teste de sentar e alcançar modificado, em universitárias. A amostra se constituiu de 40 alunas (22,14 ± 3,38 anos) do curso de Educação Física de uma instituição de ensino superior do município de Barra Mansa. Para se determinar se o tamanho dos membros influencia a medida e sua respectiva classificação foi utilizado o teste t de student, através do programa SPSS 17.0 for Windows. Avaliando a execução padrão do teste obtivemos a média de 33,75 ± 8,16, enquanto o teste corrigido pelo tamanho dos membros apresentou valores de 40,36 ± 6,95.O valor de t observado foi de 11,004 com probabilidade associada próxima de zero. Podemos concluir assim que o tamanho de membros pode interferir de maneira significativa na medida final da flexibilidade. Ao comparamos as médias e comparando com a respectiva faixa etária, a flexibilidade se classificaria, no teste padrão como Regular, enquanto no teste modificado como Muito Alta, de acordo com o ACSM (2000). De acordo com os resultados apresentados podemos concluir que o teste modificado, apresenta alterações dos resultados, com melhora significativa dos resultados para os indivíduos levando em consideração tais parâmetros.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

04-06-2018

Como Citar

ARAÚJO, Glaisson da Silva; KLEIN, Carlos Marcelo de Oliveira. Influência de membros no teste de flexibilidade seat and reach em universitárias. Cadernos UniFOA, Volta Redonda, v. 6, n. 2 Esp, p. 75–76, 2018. Disponível em: https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/1669. Acesso em: 21 jun. 2024.

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.