Amphipoda (Crustacea) Associados a “Bostrychietum” em uma Área de Manguezal na Região Norte do Estado de São Paulo

Autores

  • B. S. C. Lebre UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • K. D. Colpo UNESP – Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho
  • A. R. Senna UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda

DOI:

https://doi.org/10.47385/cadunifoa.v7.n1%20Esp.1707

Palavras-chave:

Diversidade, Arthropoda, anfípodes, lista de espécies

Resumo

O manguezal é um sistema ecológico tropical que se restringe a estreitas faixas costeiras, apresentando condições propícias para alimentação, proteção e reprodução de muitas espécies de animais. Nos manguezais ocorrem importantes associações de macroalgas aderidas em pneumatóforos, rizóforos e troncos das árvores dos gêneros Avicennia L., Rhizophora L. e Laguncularia Gaertn denominadas como “Bostrychietum”. Essas associações incluem cianobactérias e clorofíceas, contudo há imensa dominância de rodofïceas, mais precisamente dos gêneros Bostrychia Mont., Caloglossa (Harv.) G. Martens e Catenella Grev. Os Amphipoda são muito comuns em ambientes de manguezal ao redor do mundo, no entanto não há nenhum estudo faunístico abrangente sobre este grupo para manguezais brasileiros. A área de estudo é uma região de manguezal localizada no Município de São Vicente, Baixada Santista, região norte do estado de São Paulo. A comunidade de “Bostrychietum” é coletada por meio de raspagem dos substratos (pneumatóforos, rizóforos e troncos). Os anfípodes são anestesiados por meio de submerssão em etanol 5-10%. Posteriormente, os anfípodes são triados em laboratório, fixados em etanol 70% e identificados com base em literatura especializada. As amostras de “Bostrychietum” foram depositadas na coleção de algas da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP), Campus do Litoral Paulista. Todo o material de Amphipoda está conservado em etanol 70% na coleção do Laboratório de Zoologia do UniFOA. Após a realização do estudo todo o material será depositado em coleções zoológicas de referência. Este projeto está em fase intermediária e parte das amostras já foi analisada. Uma lista preliminar da fauna Amphipoda identificada será apresentada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

30-10-2012

Como Citar

LEBRE, B. S. C.; COLPO, K. D.; SENNA, A. R. Amphipoda (Crustacea) Associados a “Bostrychietum” em uma Área de Manguezal na Região Norte do Estado de São Paulo. Cadernos UniFOA, Volta Redonda, v. 7, n. 1 Esp, p. 27, 2012. DOI: 10.47385/cadunifoa.v7.n1 Esp.1707. Disponível em: https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/1707. Acesso em: 7 out. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>