Métodos radiográficos de localização: contornando as limitações da bidimensionalidade

Autores

  • M. F. Mendes UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • J. C. Jogaib UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • A. N. Gasparini UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • R. M. Caetano UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda

DOI:

https://doi.org/10.47385/cadunifoa.v7.n1%20Esp.1750

Palavras-chave:

radiografia dental, dente supranumerário, endodontia

Resumo

Apesar da existência de métodos de diagnóstico recentes e inovadores, como os sistemas digitais, tomografias computadorizadas e ressonância magnética nuclear, o exame radiográfico convencional é o método de diagnóstico por imagem mais utilizado na prática odontológica, porém, fornece uma imagem bidimensional de uma estrutura tridimensional, com ausência da profundidade e ocorrendo sobreposição das imagens radiográficas de estruturas contíguas, dificultando a interpretação. Para contornar essa limitação, pesquisadores desenvolveram variadas técnicas de fácil execução, possíveis de serem realizadas no próprio consultório, proporcionando a localização radiográfica de corpos estranhos, dentes não irrompidos e dissociação de condutos radiográficos. O objetivo desse trabalho é avaliar os conhecimentos de 100 cirurgiões-dentistas, clínicos e especialistas sobre os métodos radiográficos de localização, através de questionário com 10 perguntas, 5 objetivas e 5 subjetivas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-10-30