A relação entre a obesidade e a hipertensão arterial na infância

Autores

  • J. V. A. Costa UniFOA- Centro Universitário Volta Redonda
  • R. P. Barbosa UniFOA- Centro Universitário Volta Redonda

DOI:

https://doi.org/10.47385/cadunifoa.v7.n1%20Esp.1765

Palavras-chave:

obesidade, hipertensão, infância

Resumo

O sobrepeso e a obesidade compõem um problema de saúde pública importante na sociedade, pois, além da associação a uma série de doenças crônico-degenerativas, seu aumento gradativo ocorre continuamente desde a infância até a idade adulta. Ultimamente, o controle da obesidade tem se tornado um grande desafio. Apesar das campanhas de conscientização populacional para prevenção e controle, o número de brasileiros com sobrepeso apresentando o Índice de Massa Corpórea (IMC) > 25 e obesidade com o IMC > 30 aumenta significativamente. Estima-se que, no Brasil, 38,8 milhões de pessoas com 20 anos ou mais de idade estejam com sobrepeso. Esse número corresponde a 40,6% da população nessa faixa etária, dos quais 10,5 milhões são obesos. Os parâmetros de normalidade do comportamento da pressão arterial sistólica (PAS) durante o exercício são flexíveis, pois são vários os fatores que modificam a resposta individual. Entre esses: a idade, o sexo, o sedentarismo, o estado emocional e o método de aferição empregado. Dentre os fatores de risco cardiovasculares identificados em crianças brasileiras, o excesso de peso tem sido descrito com maior frequência. Sua presença em faixa etária precoce predispõe a continuação na idade adulta. A HAS (hipertensão arterial sistêmica) pode causar o desenvolvimento de doença arterial coronariana, cerebrovascular, falência cardíaca e renal, visto que esta é uma patologia de caráter multifatorial. A Sociedade Brasileira de Hipertensão constata que a prevalência de HAS em crianças e adolescentes é de 2% e 13%. Assim sendo, a identificação precoce de fatores de risco cardiovascular é de fundamental importância para que se realizem ações de promoção da saúde e o monitoramento em crianças brasileiras. Para o presente projeto de artigo, propomos uma revisão cujo objetivo é realizar um levantamento da relação do IMC infantil e a prevalência da HAS.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-10-30