Fatores que influenciam o desmame precoce sob o olhar da enfermagem

Autores

  • E. C. S. Bastos UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • J. C. Barbosa UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • T. C. Gregório UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • M. F. R. Pinto UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda

DOI:

https://doi.org/10.47385/cadunifoa.v7.n1%20Esp.1852

Palavras-chave:

aleitamento materno, desmame precoce, fatores de risco

Resumo

O objeto deste estudo trata da produção de conhecimento de enfermeiros sobre fatores que mais influenciam o desmame precoce. O objetivo foi: descrever os principais fatores que influenciam as mães no desmame precoce, a partir da produção de conhecimento de enfermeiros. Tratou-se de uma pesquisa bibliográfica, de natureza qualitativa e de caráter exploratório em artigos publicados e indexados em bancos de dados eletrônicos da Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS) referentes a fatores que influenciam o desmame precoce, no período de 2005 a 2011. A coleta de dados deu-se no período de fevereiro a maio de 2012. A leitura dos 13 artigos encontrados permitiu agrupar os resultados por similaridades de conteúdo, constituindo-se de quatro categorias de análise: o retorno da mãe ao trabalho com 4 artigos; uso de bicos artificiais com 4 artigos; dificuldades no processo de amamentar, com 6 artigos e a ausência ou precariedade nas orientações durante o pré-natal com 4 artigos. Alguns autores destacaram mais de um fator de risco em seu artigo. Conseguimos descrever os principais fatores que influenciam a decisão das mães de interromper a amamentação antes dos seis meses de vida do bebê. Portanto, concluímos que alcançamos nosso objetivo. A amamentação exclusiva traz inúmeros benefícios tanto para a mãe quanto para o bebê, porém em alguns casos é interrompida precocemente, é imprescindível que orientações sejam dadas às mulheres em relação ao processo de amamentar, procurando ajudá-la a minimizar suas ânsias e dificuldades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-10-30