Trânsito: paciente coletivo. Uma proposta de ensino

Autores

  • D. M. de Oliveira MECSMA/UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • V. Vieira MECSMA/UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda

DOI:

https://doi.org/10.47385/cadunifoa.v7.n1%20Esp.2019

Palavras-chave:

trânsito, ensino, meio ambiente, saúde

Resumo

O trânsito tem se mostrado um grave problema nos últimos anos. Dados de organizações internacionais colocam o Brasil em destaque quando o assunto são mortes e acidentes no trânsito, sendo estes, no entanto, perfeitamente evitáveis em parte considerável. O melhoramento desse quadro passa, necessariamente, pelo tema do ensino. O presente trabalho apresenta uma pesquisa em desenvolvimento com estudantes do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental (antigas 5ª a 8ª séries) de escolas públicas e particulares. Em conjunto, estamos realizando uma análise, para futuras comparações, em uma escola que trabalhe com a modalidade EJA - Ensino de Jovens e Adultos. Todas as escolas estarão localizadas na cidade de Juiz de Fora - MG. Nosso objetivo será traçar um perfil desses estudantes enquanto integrantes do sistema de trânsito, e entender como isso afeta diretamente suas vidas, sobretudo buscando esclarecer como o ensino de trânsito é fornecido para eles. Está sendo elaborado um questionário contendo perguntas a respeito de como o público alvo se insere no sistema de trânsito (se é pedestre, passageiro, motorista, ciclista etc.) e como a inserção nesse sistema afeta a sua vida (sentimento de segurança/insegurança, se já se envolveu em acidentes, entre outros). Além disso, será analisado, também, o tipo de ensino para o trânsito ao qual o público-alvo tem acesso e em que ambientes e condições tal ensino acontece. Todos esses dados serão analisados e discutidos no âmbito das suas consequências na saúde e no meio ambiente, fundamentando uma ferramenta audiovisual que otimize o processo ensino-aprendizagem para o tema.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-10-30