A questão das mulheres na comunidade quilombola de Santana – Quatis, RJ

Autores

  • K. M. Nishimura UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda

DOI:

https://doi.org/10.47385/cadunifoa.v7.n1%20Esp.2037

Palavras-chave:

quilombolas, mulheres, discriminação

Resumo

Este trabalho procura apresentar parte do projeto de extensão e pesquisa intitulado “Intervenção Socioambiental na Comunidade Quilombola de Santana”, aprovado pela FAPERJ recentemente. A pesquisa está em fase inicial, com o encaminhamento dos documentos ao Comitê de Ética e com o levantamento e discussão da bibliografia temática para abordar a questão das mulheres na comunidade. Um dos objetivos do projeto consiste em conhecer e identificar os principais problemas enfrentados atualmente pela Comunidade Quilombola de Santana. Para tanto, em um primeiro momento, será realizado um mapeamento das famílias residentes com o intuito de verificar a possibilidade da realização de um estudo etnográfico, que pretende resgatar a visão de mundo das mulheres quilombolas e as situações por elas vivenciadas. A bibliografia temática tem apontado e discutido os diferentes aspectos dos problemas enfrentados pelas mulheres afrodescendentes que, além da discriminação de gênero, sofrem também a discriminação e o preconceito devido a aparência. Pesquisas recentes também têm destacado que essas mulheres convivem com o drama da discriminação e do preconceito racial na sociedade e, muitas vezes enfrentam, na sua vida cotidiana, o problema da violência doméstica. Resultados preliminares de um primeiro levantamento realizado junto à Comunidade Quilombola de Santana revelaram que a relação com a população da cidade de Quatis não é marcada pelo convívio harmônico, mas pelo preconceito e pela discriminação. Essa realidade não é característica particular desse grupo e localidade, mas faz parte de um dos aspectos do conservadorismo da sociedade brasileira marcada pelo mito da democracia racial. Considerando o impacto e as implicações que essa relação tem no enfrentamento dos problemas vividos pela comunidade em seu cotidiano, em um segundo momento, pretende-se desenvolver um mapeamento do preconceito e da discriminação vivenciados na sua relação com a população da cidade de Quatis-RJ por meio da aplicação de uma pesquisa de tipo survey no município.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-10-30