Contabilidade ambiental no ensino de ciências contábeis

Autores

  • A. R. Senna UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • H. M. Lima UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda

DOI:

https://doi.org/10.47385/cadunifoa.v7.n1%20Esp.2049

Palavras-chave:

contabilidade, meio ambiente, desenvolvimento

Resumo

Demonstrações contábeis tornam-se necessárias na medida em que são instrumentos satisfatórios nas organizações. Considerando-se a representação das transações de natureza ambiental, é imprescindível o estudo da Contabilidade Ambiental, onde o impacto na situação econômico-financeira das empresas é bem significativo. A tomada de decisões, assim como a avaliação de desempenho, avaliará os eventos econômico-financeiros, e os fatores de preservação ambiental, contribuindo para um desenvolvimento econômico sustentável. A Contabilidade deve estar preparada para fornecer as informações necessárias, tendo em vista que as empresas precisam preservar e recuperar o meio ambiente, mesmo que voluntariamente. A partir daí a Contabilidade estaria ampliando a sua função social, refletindo as ações da empresa com relação a preocupação ambiental, podendo alterar o valor do patrimônio das organizações sobre os bens que ela possui. Para os usuários da Contabilidade, ressaltam-se algumas informações importantes, como: estratégia e desempenho ambiental; relação entre informações ambientais e financeiras; nível de atendimento da legislação e a qualidade da gestão ambiental; poluição do solo e presença de substâncias de alto risco, como amianto em construções; bem como riscos possíveis, relacionados a processos de produção, produtos e serviços, novos ou não. Desta forma, será possível adequar uma ementa em função das novas tendências e exigências do mercado, além de contribuir para que as Organizações de modo geral, possam se precaver de prejuízos financeiros.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-10-30

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>