Desinformação na era da informação

Autores

  • F. N. Carvalho UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • S. J. Tavares UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • B. V. Machado UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda

DOI:

https://doi.org/10.47385/cadunifoa.v7.n1%20Esp.2051

Palavras-chave:

desinformação, Facebook, redes sociais

Resumo

A comunicação massificada gera, entre tantos fatores, a disseminação de conteúdo. Tal fenômeno se sustenta e multiplica-se, por exemplo, a partir da intensa atuação nas mídias sociais. Mídias que informam, e eventualmente compõem inverdades apelativas em busca de um clique. Muitos subestimam essa força, porém, há países que reconhecem e controlam esse bombardeio de informações presente nas redes sociais. O estudo baseia-se na influência exercida sobre as pessoas a partir de informações irreais veiculadas como conhecimento. Fazendo uma análise crítica na rede escolhida, o “Facebook”, notamos a presença ativa dessas mensagens que geram comoção e dificilmente são questionadas em relação à suposta veracidade. Através da relação entre comportamento e construção da identidade, buscamos estudar as influências que agem sobre as pessoas durante este processo. A dependência desenvolvida à utilização das redes sociais, o avanço tecnológico e a maior acessibilidade aos meios, estimulam e propiciam um ambiente fértil para esse espetáculo nonsense. O que é de grande preocupação para nós, enquanto comunicadores, lidar com essas inverdades e buscar analisar o comportamento de seus autores e consequentemente do público-alvo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-10-30