Comportamento eletroquímico da liga Ti-10mo-20nb

Autores

  • N. R. Oliveira UniFOA - Centro Universitário de Volta Redonda
  • L. H. de Almeida Departamento de Engenharia Metalúrgica e de Materiais, COPPE/UFRJ
  • I. D. Santos Departamento de Engenharia Metalúrgica e de Materiais, COPPE/UFRJ
  • A. J. B. Dutra Departamento de Engenharia Metalúrgica e de Materiais, COPPE/UFRJ
  • S. B. Gabriel UniFOA - Centro Universitário de Volta Redonda Departamento de Engenharia Metalúrgica e de Materiais, COPPE/UFRJ

DOI:

https://doi.org/10.47385/cadunifoa.v7.n1%20Esp.2115

Palavras-chave:

ligas biocompatíveis, corrosão, microestrutura

Resumo

Ligas de Ti, do tipo b compostas de elementos não tóxicos estão sendo desenvolvidas para implantes biomédicos. As vantagens destas ligas incluem seu baixo módulo de elasticidade, boa compatibilidade mecânica assim como boa resistência à corrosão e, além disso, as variáveis de processamento podem ser controladas para obter propriedades desejadas. Estudos preliminares mostraram que a liga Ti-10Mo-20Nb envelhecida a 500ºC/4 h apresentou alta razão dureza/módulo de elasticidade. Diante do contexto, o objetivo deste trabalho é apresentar o comportamento eletroquímico da liga Ti-10Mo- 20Nb envelhecida a 500ºC/4 h. O testes de corrosão foram realizados na temperatura de 25oC. Os resultados mostraram que esta exibiu uma camada passivadora.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

30-10-2012

Como Citar

OLIVEIRA, N. R.; ALMEIDA, L. H. de; SANTOS, I. D.; DUTRA, A. J. B.; GABRIEL, S. B. Comportamento eletroquímico da liga Ti-10mo-20nb. Cadernos UniFOA, Volta Redonda, v. 7, n. 1 Esp, p. 298, 2012. DOI: 10.47385/cadunifoa.v7.n1 Esp.2115. Disponível em: https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/2115. Acesso em: 20 ago. 2022.