Avaliação formativa entre alunos de medicina do quinto período

Autores

  • R. A. Costa UniFOA-Centro Universitário de Volta Redonda
  • V. T. S. Almeida UniFOA-Centro Universitário de Volta Redonda
  • W. Neto UniFOA-Centro Universitário de Volta Redonda
  • G. Cappato UniFOA-Centro Universitário de Volta Redonda
  • N. E. C. Araújo UniFOA-Centro Universitário de Volta Redonda

DOI:

https://doi.org/10.47385/cadunifoa.v7.n1%20Esp.2205

Palavras-chave:

avaliação formativa, dissertação estruturada, imagem

Resumo

O processo de formação dos médicos tem sido objeto de debates. Neste contexto emergiram novas alternativas pedagógicas, cujo foco principal centra-se no aluno com forte envolvimento do raciocínio clínico. A avaliação formativa tem sido uma opção: os erros cometidos pelos estudantes são utilizados como uma oportunidade para aprender. O objetivo desse estudo é descrever os diferentes aspectos da avaliação formativa e somativa no quinto período na disciplina de Imagenologia. Quarenta e dois alunos participantes foram submetidos a um exame de múltipla escolha. Após sete dias eles se submeteram ao método formativo, apresentando casos clínicos reais e imagens radiológicas com alterações. Após o resultado das duas avaliações os exames foram devolvidos. Uma semana após, os alunos apresentaram uma dissertação estruturada para cada resposta errada. Após a correção da dissertação, pontos adicionais foram dados para cada resposta correta. O grau de dificuldade, a média final de ambos os exames e a resposta dos alunos foram comparados. O grau de dificuldade da avaliação formativa foi maior, porém o recurso da correção através de uma dissertação estruturada permitiu a recuperação da nota, através da busca da fundamentação para suas respostas na literatura científica, proporcionando um aprendizado pleno, através do reconhecimento das alterações na imagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-10-30