Implementação de trilhas ecológicas como ferramenta para educação ambiental

Autores

  • V. S. Tubbs UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • R. A. R. Soares UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda

DOI:

https://doi.org/10.47385/cadunifoa.v7.n1%20Esp.2222

Palavras-chave:

trilhas ecológicas, educação ambiental, biodiversidade

Resumo

O objetivo deste estudo foi implementar trilhas interpretativas, em um Parque Natural, produzindo placas interpretativas, servindo como ferramenta para utilização em Projetos de Educação Ambiental (EA). Este estudo se justifica pela importância das trilhas ecológicas residirem em estimular alunos acerca da preservação da natureza, o que deveria ser providencial em um país como o Brasil, onde há uma alta diversidade biológica e uma grande escassez de recursos. O estudo foi realizado no Parque Natural Municipal Fazenda Santa Cecília do Ingá, localizado no Município de Volta Redonda, Estado do Rio de Janeiro. A área compreende 211 ha e constitui-se no maior remanescente de Mata Atlântica do município. Foram feitas excursões semanais, para reconhecimento aos locais pretendidos, utilizando caminhos abertos ou semi-abertos. Foram selecionadas 23 espécies arbóreas de importância ecológica, para produção de 80 placas, produto deste estudo, sendo distribuídas alternadamente ao longo das trilhas e em áreas selecionadas para dinâmicas educativas, lazer e descanso. Consideramos que as trilhas ecológicas possuem enorme potencial para promover projetos de EA, sendo locais ideais para aulas práticas de campo, buscando a conscientização e sensibilização quanto a preservação da biodiversidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-10-30

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>