O lúdico na aprendizagem interdisciplinar em espaços não-formais de educação

Autores

  • N. D. P. Baumgratz UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda

DOI:

https://doi.org/10.47385/cadunifoa.v7.n1%20Esp.2229

Palavras-chave:

educação ambiental, atividades lúdicas, interdisciplinaridade

Resumo

Esta pesquisa tem como objetivo identificar as atividades lúdicas interdisciplinares a serem trabalhadas pelo Núcleo de Educação Ambiental do Parque Nacional do Itatiaia/ RJ (NEA/PNI) e pelos professores da rede pública e privada do Estado do Rio de Janeiro, durante as visitas orientadas. Tal estudo justifica-se pela percepção de que muitos professores, da educação infantil ao nível médio, vinham ao PNI desprovidos de material pedagógico de apoio à visitação. Nesse contexto, a visita, em várias ocasiões, embora se revestindo de um caráter pedagógico, tornava-se apenas um passeio, sem de fato trazer maiores contribuições à aprendizagem dos alunos. A metodologia utilizada foi a revisão bibliográfica, onde foram selecionadas as atividades que pudessem contribuir no processo de ensino-aprendizagem. Esse espaço não-formal de ensino, como lúdico, possibilita o exercício dos sentidos, das funções sensório-motoras para desenvolvimento da reflexão, da participação, da socialização, ampliando o contato dos educandos com a natureza. Foi constatado que, em muitas vezes, era subutilizado, pois não trazia consigo uma finalidade pedagógica real, planejada, debatida e comprometida com a construção de conhecimentos. Concluímos que as visitas se realmente orientadas, utilizando atividades e linguagens adaptadas a cada faixa etária, podem se configurar em oportunidades valiosas para principiar, promover, sustentar e ampliar a aprendizagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-10-30

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)