Oficina: “Pegada Ecológica para Engenheirandos”

Autores

  • L. S. de Bastos UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • M. T. C. Machado UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • A. C. T. S. Manhães UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • R. M. S. Meirelles UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • M. F. A. Oliveira UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • R. A. S. Ravaglia UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda

DOI:

https://doi.org/10.47385/cadunifoa.v7.n1%20Esp.2231

Palavras-chave:

desenvolvimento sustentável, processo ensino-aprendizagem, pegada ecológica

Resumo

Um dos indicadores de desenvolvimento sustentável utilizado nas últimas décadas é a Pegada Ecológica que significa o quanto a presença de cada pessoa no mundo consome de recursos naturais. Este índice compreende as demandas de consumo de seu povo, que inclui energia, transporte, descarte, água, consumo e alimentação, conhecida pelos especialistas que atuam em diferentes esferas da sociedade e que lidam com o conceito de desenvolvimento sustentável. Portanto, nosso objetivo é oferecer uma Oficina a ser aplicada aos engenheirandos como uma contribuição e como sensibilização de suas ações enquanto futuros profissionais que se dedicam a melhoria da qualidade de vida e de produtos destinados à aplicação na vida cotidiana. Sendo um dos objetivos a orientação sobre conceito de pegada ecológica, alertando-os para a importância da preservação ambiental, considerando como perspectiva a mudança de hábitos. E também que possam compreender que atitudes sustentáveis podem ser disseminadas à comunidade em geral. Esta oficina tenta proporcionar uma vivência educativa a ser aplicada aos acadêmicos de Engenharia, pelos oficineiros, orientando-os através de interação colaborativa, mediante desenvolvimento de atividades, utilizando diversos tipos de materiais. Tem-se como perspectiva a sensibilização dos acadêmicos para que percebam que participam de um contexto no qual ações sustentáveis devem transpor os muros da instituição e que afetam diretamente a comunidade da qual fazem parte. Este desenvolvimento de atividades tenta favorecer a melhoria do processo ensino-aprendizagem, considerando que as Universidades são espaços favoráveis para divulgação e inovação de conhecimentos, que contribuam para melhoria da preservação do meio ambiente, tornando-o equilibrado e de modo que as gerações futuras possam usufruir da biodiversidade existente em nosso país.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-10-30

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>