Os redíduos sólidos no lixão de Gramacho

Autores

  • F. C. Santana UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • H. M. A. Lima UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • R. C. Alves UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • A. R. Senna UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • C. A. S. Pereira UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda

DOI:

https://doi.org/10.47385/cadunifoa.v7.n1%20Esp.2236

Palavras-chave:

resíduos sólidos, tratamento, aterro sanitário

Resumo

Resíduos sólidos são tudo aquilo que genericamente chamamos de lixo. Os materiais sólidos sem utilidade, perigosos, gerados pela atividade humana, devem ser descartados, e se apresentam em estado sólido e semi-líquido. Sua origem pode ser industrial, doméstica hospitalar, agrícola, serviços de varrição. Até recentemente, os resíduos sólidos do município do Rio de Janeiro eram direcionados para o aterro da Praia do Retiro Saudoso, próximo ao Centro da Cidade. Quando a capacidade deste se esgotou, foi criado o maior aterro sanitário da América Latina, que ficava situado no Município de Duque de Caxias, Estado do Rio de Janeiro, no bairro Jardim Gramacho, o objetivo era receber resíduos dos Municípios do Rio de Janeiro, Duque de Caxias, Niterói, São Gonçalo, São João de Meriti e Nilópolis. O local foi escolhido pela Fundação para o Desenvolvimento da Região Metropolitana (FUNDREM), instalado em 1976, em convênio com a COMLURB e a Prefeitura Municipal de Nilópolis. As atividades no Aterro de Gramacho iniciaram em 1978 até 03 de junho de 2012, e foi substituído pelo novo Aterro Sanitário em Seropédica, RJ. No período de funcionamento, causou muitos danos ao meio ambiente à saúde, pois diversos catadores de lixo se instalaram de forma eventual e permanente. A população de catadores era formada por adultos jovens, que tinham idade de 18 anos aos 75 anos, foram vítimas de doenças tais como: asma, doenças sexualmente transmissíveis, hepatite, tuberculose e cólera, problemas osteoarticulares, hipertensão, problemas respiratórios além de outras com menores índices. Este estudo teve por objetivo traçar um perfil socioambiental do entorno do Aterro Sanitário de Gramacho e foi resultado de um trabalho de conclusão da disciplina Fundamentos de Ciências Ambientais, do Mestrado Profissional em Ensino em Ciências da Saúde e do Meio Ambiente. O mesmo foi submetido na forma de um artigo completo de revisão, para a elaboração de um livro do referido programa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-10-30

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>