Avaliação de sinais vitais no atendimento odontológico na disciplina de diagnóstico clínico

Autores

  • T. J. S. I. Lopes UniFOA - Centro Universitário de Volta Redonda
  • A. G. Netto UniFOA - Centro Universitário de Volta Redonda
  • C. N. Franklin UniFOA - Centro Universitário de Volta Redonda
  • M. P. Oliveira UniFOA - Centro Universitário de Volta Redonda
  • S. S. Teixeira UniFOA - Centro Universitário de Volta Redonda
  • M. R. Braz UniFOA - Centro Universitário de Volta Redonda

Palavras-chave:

estomatologia, sinais vitais, hipertensão, educação preventiva

Resumo

Este projeto de pesquisa visa proporcionar aos alunos do 5º período oportunidade de verificar os sinais vitais que evidenciam o funcionamento e as alterações da função corporal: Pressão Arterial (PA); Pulso (P); Temperatura Corporal (TC); Respiração (R). A simples conferência de tais referenciais básicos é de suma importância, devido o aumento da hipertensão arterial na população brasileira. Torna-se importante salientar a necessidade de um exame clínico criterioso dos pacientes e um cuidado especial com os hipertensos, principalmente numa clínica odontológica. Foi feita a pesquisa bibliográfica de sinais vitais: PA; P; TC; R. Paralelamente foi feita a pesquisa específica do índice de incidência das alterações dos sinais vitais dos pacientes examinados, através de dados coletados dos respectivos prontuários e a orientação sobre hipertensão com distribuição de folders e cartazes. A pesquisa de campo, previamente aprovada pelo Comitê de Ética institucional, está sendo efetuada através de registro de dados dos pacientes em formulário, após assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. Foram examinados 127 pacientes, sendo 76 femininos e 51 masculinos. Na avaliação da incidência de alteração nos Sinais vitais foram seguintes os resultados: PA- 28 pacientes hipertensos, 13 masculinos e 15 femininos. 13 pacientes hipotensos, 5 masculinos e 6 femininos. P- 2 pacientes com bradicardia, 1 masculino e 1 feminino. 2 pacientes com taquicardia, 1 masculino e 1 feminino. TC- 3 pacientes abaixo dos padrões de normalidade, 1 masculino e 2 femininos. R- 20 pacientes com bradipnéia, 18 masculinos e 2 femininos. 6 pacientes femininos com taquipnéia. Desta forma, alcançando os objetivos estabelecidos no projeto, alertando e motivando a população para a prevenção e avaliando os sinais vitais.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

08/14/2018

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 5 > >>