Revisão bibliográfica do efeito da L-carnitina na redução de tecido adiposo em praticantes de exercício físico: mitos e verdades

Autores

  • B. R. Barreto UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • C. L. Crespo UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • L. M. Leitão UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • S. K. A. Honório UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • V. S. Gonzalez UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • C. L. Sodré UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda

Palavras-chave:

L-carnitina, exercício físico, suplementos alimentares, β-oxidação

Resumo

A carnitina é uma amina quaternária, que quimicamente é formada pelos aminoácidos essenciais lisina e metionina. Apresenta duas formas que são os estereoisômeros: L-carnitina que é encontrada nos tecidos e D - carnitina que é a forma inativa da amina. A sua síntese se dá em órgãos de vital importância como fígado, rins e cérebro. Para sua produção são necessários o ferro, ácido ascórbico, niacina e vitamina B6. É notória a significativa atuação da mesma em efeitos de geração energética celular, promovendo o transporte de ácidos graxos livres (de cadeia média a longa) para a matriz mitocondrial, para participarem do processo denominado beta-oxidação. Como este processo possibilita a geração de elevada quantidade de substratos para o ciclo de Krebs, este determinará a maior formação de energia e aproveitamento do oxigênio molecular, poupando glicogênio muscular. Isto resulta em melhor desempenho na realização da atividade física. Há ainda estudos (Mingrone et al, 1999) que indicam que a L-carnitina possui papel no aumento da sensibilidade à insulina por atenuar o estresse oxidativo e acúmulo de lipídeos no músculo esquelético sensível à insulina. Com o objetivo de entender melhor o papel da L- carnitina, o presente trabalho visa fazer uma revisão bibliográfica de pesquisas que relacionem a suplementação com L-carnitina e redução do tecido adiposo em praticantes de exercício físico. O propósito é verificar se tal suplementação apresenta, de fato, resultados favoráveis que forneçam embasamento científico para o seu uso em praticantes de atividade física.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

08/14/2018

Como Citar

BARRETO, B. R.; CRESPO, C. L.; LEITÃO, L. M.; HONÓRIO, S. K. A.; GONZALEZ, V. S.; SODRÉ, C. L. Revisão bibliográfica do efeito da L-carnitina na redução de tecido adiposo em praticantes de exercício físico: mitos e verdades. Cadernos UniFOA, Volta Redonda, v. 5, n. 1esp, p. 73, 2018. Disponível em: https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/2451. Acesso em: 3 jul. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)