Biomonitoramento atmosférico do Campus Três Poços do UniFOA

Autores

  • P. S. Souza UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • A. Gomes UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda

Palavras-chave:

biomonitoramento, Cryptothecia, líquen, poluição atmosférica

Resumo

O Biomonitoramento é uma técnica que vem sendo muito utilizada para determinar o índice de poluição atmosférica em muitos lugares do mundo. No Brasil tem sido bastante aplicada na Região Norte/ Nordeste utilizando-se os líquens como biomonitores ativos e passivos. Os líquens são muito sensíveis a pequenas variações de compostos como SOx, NOx, CO, CO2, ozônio e outros poluente provenientes de queimas de combustíveis fósseis e de chaminés industriais. O SOx é um dos poluentes mais prejudiciais ao meio ambiente e a saúde. A queima incompleta como a de automóveis libera compostos de enxofre que reagem com outros gases na atmosfera alterando a qualidade do ar e provocando doenças em longo prazo. O presente trabalho tem por objetivo apresentar o biomonitoramento como uma alternativa eficaz para o monitoramento de poluição atmosférica e estudar o nível de SOx que se estabelece em diferentes ocasiões no Campus Três Poços através do biomonitoramento por liquens da espécie Cryptothecia rubrocincta implantados no local.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

01-11-2018

Como Citar

SOUZA, P. S.; GOMES, A. Biomonitoramento atmosférico do Campus Três Poços do UniFOA. Cadernos UniFOA, Volta Redonda, v. 4, n. 1esp, p. 22, 2018. Disponível em: https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/2544. Acesso em: 16 ago. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)