Parques científicos, tecnológicos e empresariais no Brasil

uma análise da produção científica

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47385/cadunifoa.v17.n49.3934

Palavras-chave:

Parques tecnológicos, Parques Científicos; artigos

Resumo

Os Parques Científicos, Tecnológicos e Empresariais são ambientes de inovação que reúnem empreendimentos voltados a promoção da ciência, tecnologia e inovação, por meio da aproximação de universidades, empresas e governo, sendo ambientes onde estão instaladas diversas empresas de segmentos diferentes, porém tem a tecnologia como foco. A metodologia deste artigo consiste num estudo exploratório, cujo caráter é quantitativo, foi realizada a busca de dados na base Scopus, utilizando as palavras-chave “Science Technology an Business Parks”, onde foram encontrados apenas 09 artigos, esses artigos são datados de 2001 a 2021, sendo que o ano que apresentou maior quantidade foram 2017 e 2018, ambos com 02 artigos. A respeito dos periódicos, 07 destes eram internacionais e apenas 01 brasileiro, sendo a Revista de Engenharia e Ciências Aplicadas, e quanto aos autores que publicaram sobre o tema apenas quatro são brasileiros, bem como as 17 instituições encontradas apenas 03 foram do Brasil. As principais áreas e subáreas do conhecimento foram Negócios, Gestão e Contabilidade, bem como Ciências Sociais, quanto aos principais países destacaram-se Irã e Espanha, e o Brasil possui apenas 01 artigo sobre o tema. Com base na análise dos resultados conclui-se que existem muitas produções sobre Parques quando se utilizou as categorias separadas, porém quando é feita a junção dos três nas produções científicas, o quantitativo não é expressivo, sendo apenas 09 artigos encontrados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cleide Mara Barbosa da Cruz, Universidade Federal de Sergipe

Técnica em Secretariado - IFS, Bacharela em Administração Pública - UFS, Pós-Graduada em Gestão Empresarial e Inteligência Competitiiva - FAMEESP, Mestra e Doutoranda em Ciência da Propriedade Intelectual - UFS.

Cristiane Monteiro de Farias Rezende, Universidade Federal de Sergipe

Mestranda em Ciência da Propriedade Intelectual, UFS.

Mário Jorge Campos dos Santos , Universidade Federal de Sergipe

Doutorado em Recursos Florestais, Universidade de São Paulo, USP.

Referências

ABREU, I. B. L.; VALE, F. S.; CAPANEMA, L.; GARCIA, R. C. B. Parques tecnológicos: panorama brasileiro e o desafio de seu financiamento. Revista do BNDES, 2016.

AGUIAR, R. S. Parques Tecnológicos: uma análise do Programa Nacional de Apoio às Incubadoras de Empresas e Parques – PNI. Dissertação (Mestrado) apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Gestão Pública – PPGP/FUP, da Universidade de Brasília- UNB, Campus Planaltina, 2018.

ALVES, B. C. P.; SPINOLA, C. A.; SOUZA, L. N. Parques Tecnológicos: um estudo de caso da experiência baiana. Revista Gestão e Planejamento, Salvador, v. 20, p. 185-199, 2019. DOI: https://doi.org/10.21714/2178-8030gep.v.20.5438

ANPROTEC-ABDI. Parques Tecnológicos no Brasil – Estudo, Análise e Proposições. In XVIII Seminário Nacional de Parques Tecnológicos e Incubadoras de Empresas. ANPROTEC – ABDI, 2008.

CARVALHO, D. R. P. Análise geográfica dos ambientes de inovação no Brasil: discussão do Programa Nacional de Parques Tecnológicos e Incubadoras de Empresas. Tese (Doutorado) apresentada ao Departamento de Geografia da Universidade de Brasília, 2017.

CHIOCHETTA, J. C. Proposta de um modelo de governança para parques tecnológicos. Tese (Doutorado) ao Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2010.

CORDER, S. Políticas de Inovação Tecnológica no Brasil: experiência recente e perspectivas. 2006.

CORREIA, A. M. M. Potencialidades e limites para o desenvolvimento econômico e inovativo local: uma análise comparativa em parques tecnológicos da região nordeste. Dissertação (Mestrado) ao Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção do Centro de Tecnologia da Universidade Federal da Paraíba, 2010.

CORREIA, A. M. M.; GOMES, M. L. B. Habitat´S de Inovação na Economia do Conhecimento: Identificando Ações de Sucesso. Revista de Administração e Inovação, v. 9, n. 2, p.32-54, 2012.

CRUZ, C. H. B. Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil: desafios para o período 2011 a 2015., 2010.

GAINO, A; A. A. P.; PAMPLONA. B, J. B. Abordagem teórica dos condicionantes da formação e consolidação dos parques tecnológicos. Production, v. 24, n. 1, p. 177-187, 2014. DOI: https://doi.org/10.1590/S0103-65132013005000027

GARGIONE, L. A.; LOURENÇÃO, P. T. M. Fatores Críticos de Sucesso para Modelagem de Parques Tecnológicos Privados no Brasil. In: XI Seminário Latino-Iberoamericano de Gestión Tecnológica, 2005.

KYOUNG-JOO, L.; EUN-YOUNG, K. A leadership competency model of science and technology parks: the case of Chungbuk Techno Park in Korea. Journal Technology Management Innovation, v. 13, n. 4, 2018. DOI: https://doi.org/10.4067/S0718-27242018000400105

LABIAK JUNIOR, S. Método de análise dos fluxos de conhecimento em sistemas regionais de inovação. Tese (Doutorado) Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento da Universidade Federal de Santa Catarina, 2012.

LACERDA, N.; FERNANDES, A. C. Parques tecnológicos: entre inovação e renda imobiliária no contexto da cidade do Recife. Cadernos Metrópole, São Paulo, v. 17, n. 34, p. 329-354, 2015. DOI: https://doi.org/10.1590/2236-9996.2015-3402

PAULA, R. M.; FERREIRA, M. P.; PEREIRA, S. Os parques tecnológicos e as incubadoras de base tecnológica promovendo o desenvolvimento regional: o caso de Minas Gerais. Revista de Desenvolvimento Econômico – RDE, v. 2, n. 37, p. 330 – 358, 2017. DOI: https://doi.org/10.21452/rde.v2i37.4191

PEREIRA, J. M.; KRUGLIANSKAS, I. Gestão de Inovação: A Lei de Inovação Tecnológica como ferramenta de apoio às políticas industrial e tecnológica. RAE- eletrônica, v. 4, n. 2, Art. 18, 2005. DOI: https://doi.org/10.1590/S1676-56482005000200003

PEREIRA, M. J.; OLIVEIRA, E. A. A. Q.; OLIVEIRA, A. L. Origens dos parques tecnológicos e as contribuições para o desenvolvimento regional brasileiro. Latin American Journal of Business Management, v. 7, n. 1, p. 117-138, 2016.

PESSÔA, L. C.; CIRANI, C. B. S.; SILVA, M. M.; RANGEL, A. S. Parques tecnológicos brasileiros: uma análise comparativa de modelos de gestão. Revista de Administração e Inovação, v. 9, n. 2, p. 253-273, 2012.

QUINTAIROS, P. C. R.; ALMEIDA, A. V. A.; OLIVEIRA, E. A. A. Q. Parques Tecnológicos com ênfase em tecnologia da informação e comunicação: um modelo para implementação no Vale do Paraíba Paulista. Latin American Journal Of Business Management, v. 4, n. 1, p. 2-24, 2013.

STEINER, J. E.; CASSIM, M. B.; ROBAZZI, A. C. Parques Tecnológicos: Ambientes de Inovação, 2008.

TONELLI, D. F.; MARQUESINI, M. A.; ZAMBALDE, A. L.;, R. E. Implantação de Parques Tecnológicos como Política Pública: Uma Revisão Sistemática sobre seus Limites e Potencialidades. Revista Gestão & Tecnologia, Pedro Leopoldo, v. 15, n. 2, p. 113-134, 2015. DOI: https://doi.org/10.20397/2177-6652/2015.v15i2.632

Downloads

Publicado

02-08-2022

Como Citar

CRUZ, C. M. B. da; DE FARIAS REZENDE, C. M. .; CAMPOS DOS SANTOS , M. J. . Parques científicos, tecnológicos e empresariais no Brasil: uma análise da produção científica. Cadernos UniFOA, Volta Redonda, v. 17, n. 49, p. 87–98, 2022. DOI: 10.47385/cadunifoa.v17.n49.3934. Disponível em: https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/3934. Acesso em: 4 out. 2022.

Edição

Seção

Ciências Sociais Aplicadas e Humanas

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)