Ocorrência de Anisakis simplex (nematoda: anisakidae) em bacalhau comercializado em Volta Redonda, Rio de Janeiro, Brasil

Autores

  • Dimitri Ramos Alves Centro Universitário de Volta Redonda (UniFOA)
  • Daniela da Silva Santos Graduação em Nutrição, UniFOA.

DOI:

https://doi.org/10.47385/cadunifoa.v11.n31.395

Palavras-chave:

Bacalhau, Gadus morhua, Anisakidae, Anisakis simplex, Anisaquíase

Resumo

Nas últimas décadas houve um aumento significativo dos casos de zoonoses transmitidas pelo consumo de pescado cru ou mal cozido no Brasil. Entre julho e agosto de 2015 foram adquiridos 10 espécimes de bacalhau (Gadus morhua)(Osteichthyes: Gadiformes: Gadidae) provenientes de supermercados do Município de Volta Redonda, Estado do Rio de Janeiro, Brasil. Os espécimes foram analisados com o objetivo de identificar e registrar os parasitos de potencial zoonótico. As análises do pescado foram realizadas no Laboratório de Técnica Dietética do Curso de Nutrição UniFOA. Foi constatada a presença de larvas de Anisakis simplex (L3) em todas as amostras examinadas. Um total de 652 larvas foi coletado, com média de 65,2 ± 33,7 (17 – 113) parasitos por amostra examinada. As larvas encontravam-se encapsuladas, enroladas em espiral plana, sob o peritônio e a pele e inseridos na musculatura das amostras de bacalhau. A presença dessas larvas nas amostras do bacalhau analisadas as torna impróprias para o consumo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Dimitri Ramos Alves, Centro Universitário de Volta Redonda (UniFOA)

Possui graduação em Ciências Biológicas, licenciatura e bacharelado, pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (1998), mestrado em Medicina Veterinária (Parasitologia Veterinária) pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (2001) e doutorado em Ciências Veterinárias (Parasitologia) pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (2005). Possui artigos publicados em periódicos nacionais e internacionais. Tem experiência na área de Ciências Biológicas e da Saúde atuando nos seguintes temas: ictioparasitologia, zoonoses, zoologia, parasitologia e sanidade aquicola. Atualmente é docente da Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro, docente e Pró-Reitor Acadêmico do Centro Universitário de Volta Redonda (UniFOA). Membro do Comitê de Ética no Uso de Animais - CEUA/UniFOA e da Sociedade Técnico Científica Brasileira de Parasitologia.

Downloads

Publicado

2016-08-10

Edição

Seção

Ciências Biológicas e da Saúde

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)