ENSINO INCLUSIVO: UM BREVE OLHAR SOBRE A EDUCAÇÃO INCLUSIVA, A CEGUEIRA, OS RECURSOS DIDÁTICOS E A ÁREA DE BIOLOGIA

Helena Carla Castro, Lourena Coutinho, Eloah C. L. Neri, Ruth Mariani, Cristina M.C. Delou

Resumo


No Brasil, a partir de 1988, políticas foram inseridas na Constituição Federal, que defendem a inclusão dos alunos com necessidades especiais. Assim, a educação inclusiva defende a igualdade de ensino entre os indivíduos e conjuga diversas mudanças nas diretrizes educacionais, a fim de proporcionar oportunidades justas e amplas a todos. No atual contexto, existe a sensibilização e o conhecimento sobre os alunos com necessidades especiais que devem ser obrigatoriamente atendidos, assim como todos os alunos regulares das escolas. Neste contexto, a confecção de materiais didáticos inclusivos tem como objetivo auxiliar o processo de ensino-aprendizagem, bem como a inclusão e integração de todos os alunos dentro do espaço escolar, com importância significativa para a formação daqueles com necessidades especiais visuais. O entendimento de conceitos da área de Ciências da Natureza e Matemática e suas tecnologias apresenta significativa dificuldade, posto que naturalmente requer uma capacidade de abstração significativa do aluno e/ou usa metodologias com extensivo acervo visual, o que exclui aqueles com necessidades especiais visuais. Os materiais didáticos táteis específicos são raros ou mesmo ausentes e ainda carecem da compreensão do contexto inclusivo, pois são, em sua maioria, exclusivos para estes alunos, o que não estimula ou mesmo evita a participação dos outros alunos durante o processo de aprendizagem, seja por falta de apelo visual ou por sua individualidade intrínseca. Isso dificulta uns dos preceitos principais da inclusão que prediz a questão da integração do aluno com necessidade especial visual em sua própria comunidade escolar, o que não deve se limitar à partilha de espaços físicos comuns. Neste trabalho, temos como objetivo contribuir para reflexão acerca da prática educacional inclusiva na busca da produção constante de materiais e métodos educativos inclusivos que possam facilitar o aprendizado dos alunos como um todo, incluindo aqueles com cegueira ou deficiência visual na compreensão das diferentes áreas de conhecimento

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25119/praxis-7-13-641

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Praxis

Campus Três Poços - Av. Paulo Erlei A. Abrantes, 1325 - Três Poços
Prédio 3 - Sala 2 (Casarão)
Volta Redonda - RJ - CEP: 27240-560
Tel.: (24) 3340-8400 – Ramal: 8350

Indexado em: