Influência de Ciclos de Autoclavagem na Velocidade de Absorção de Cones de Papel Absorvente – Análise “in vitro"

Autores

  • Patrícia Borges de Mello Dentista, Especialista em Endodontia, ABO/Petrópolis
  • Sylvio da Costa Júnior Dentista, Especialista em Saúde da Família, Mestrando em Saúde da Família, Universidade Estácio de Sá
  • Carlos Eduardo Thuler Dentista, Especialista em Endodontia, Mestre Endodontia, Unitau
  • Sérgio Luis Tavares Adriano Dentista, Especialista em Endodontia, ABO/Petrópolis
  • Juliano Egídio Defavere Dentista, Especialista em Endodontia, ABO/Petrópolis
  • Gilberto Rocha Oliveira Dentista, Especialista em Endodontia, ABO/Petrópolis

DOI:

https://doi.org/10.47385/cadunifoa.v4.n1esp.1215

Palavras-chave:

Cones de Papel Absorvente Esterilização Endodontia

Resumo

A presença de umidade no interior do sistema de canais radiculares após o preparo químico-mecânico e sua desinfecção pode influenciar no selamento apical e no êxito da obturação endodôntica. A manobra de secagem do canal radicular é obtida com eficiência pela utilização de cones de papel absorvente e, dentre as qualidades exigidas destes, ressalta-se a capacidade de absorção. Porém, para sua utilização, esses cones precisam ser esterilizados e esse procedimento não deve inferir alterações em suas propriedades. O objetivo deste trabalho foi avaliar “in vitro” a influência do número de esterilizações em autoclave sobre a velocidade de absorção dos cones de papel absorvente da marca Endo Points. Foram analisados 120 cones de papel, de número 40 de estandardização, divididos em 4 grupos de 30 cones e submetidos a zero, um, três e cinco ciclos de esterilização em autoclave. A velocidade de absorção foi determinada segundo a metodologia proposta por Holland et al. (1988). A velocidade média de absorção dos cones de papel foi de 13,86 segundos para o grupo 1 (controle), 8,63 segundos para o grupo 2 (um ciclo de esterilização), de 7,1 segundos para o grupo 3 (três ciclos de esterilização) e de 7,33 segundos para o grupo 4 (cinco ciclos de esterilização). Pôde-se concluir que, apesar de não existir significância estatística entre os valores dos grupos 2, 3 e 4, segundo o teste t de Student (p<0,05), quando comparados ao grupo 1 (controle –sem esterilização), o uso da autoclave gera diferença significativa, ou seja, melhora o poder de absorção dos cones de papel absorvente da marca Endo Points.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AGUIAR, C.M.; PINHEIRO, J.T. Influência da esterilização/desinfecção nos cones de papel absorventes. Rev. Odontol. Univ. Santo Amaro, v.3, n.2, p.54-58, Jul./Dez. 1998.

ALBERGARIA, S.; ALVES, G. Contribuição ao estudo do poder de absorção dos cones de papel absorvente. Rev. Fac. Odontol. Univ. Fed. Bahia, v.10-11, p.19-26, Jan./Dez. 1990/1991.

BRAMANTE, C.M.; PONTES, H.S.; BRAMANTE, A.S. Efeito dos métodos de esterilização e marcas sobre o poder de absorção dos cones de papel absorvente. Revista da FOB, v.2, n.1, Jan./Mar. 1994.

CALLAHAN, J.R. Sulfuric acid for opening root-canals. Dent. Cosmos, v.36, n.12, p.957- 959, Dec. 1894.

CÂMARA, A.S. et al. Análise in vitro da capacidade de absorção, em função do tempo, de quatro tipos distintos de pontas de papel absorvente. JBC, v.3, n.15, p.53-56, Ago. 1999.

CARVALHO, M.G.P. et al. Poder de absorção das pontas de papel: influência da esterilização em estufa a seco. Avaliação “in vitro”. RGO, Porto Alegre, v.42, n.3, p.171- 174, Mai./Jun. 1995.

EDWARDS, R.O.; BANDYOPADHYAY, S. Physical and mechanical properties endodontic absorbent paper points. J. Endod., v.7, n.3, p.123-127, Mar. 1981.

HABITANTE, S.M.; BOMBANA, A.C.; ANTONIAZZI, J.H. Estudo comparativo in vitro da secagem do canal radicular, variando-se o diâmetro das cânulas, o tempo de aspiração e associando-se ou não ao uso de cones de papel absorvente. Rev. ABO Nac., v.3, n.1, p.50-55, Fev./Mar. 1995.

HOLLAND, R. et al. Cones de papel em endodontia – velocidade de absorção de alguns tipos de cones de papel empregados em endodontia. RGO, Porto Alegre, v.36, n.6, p.406-408, Nov./Dez. 1988.

HOLLAND. R. et al. Métodos de esterilização dos cones na endodontia – Influência do método de esterilização dos cones de papel e de guta percha no comportamento do tecido subcutâneo do rato. RGO, Porto Alegre, v.38, n.2, p.133-137, Mar./Abr. 1990.

HOLLAND, R. et al. Efeito da esterilização em estufa no poder de absorção dos cones de papel. Odontol. Mod., v.18, n.2, p.6-8, Mar./ Abr. 1991.

KUBO, C.H.; GOMES, A.P.M.; JORGE, A.O.C. Influência da esterilização em estufa sobre cones de papel absorvente para endodontia. Rev. Fac. Odontol. São José dos Campos, v.2, n.2, Jul./Dez. 1999. 120Pós-Graduação Cadernos UniFOA - Edição Especial - agosto 2009

KUBO, C.H.; GOMES, A.P.M.; JORGE, A.O.C. Efeitos da autoclavação na velocidade e capacidade absorvente de cones de papel empregados em Endodontia. Rev. Odontol. Univ. São Paulo, v.13, n.4, Out./Dez. 1999.

KUBO, C.H.; GOMES, A.M.P.; JORGE, A.O.C. Influência dos métodos de esterilização na capacidade e velocidade de absorção de diferentes marcas comerciais de cones de papel absorvente para endodontia. Rev. Odontol. UNESP, São Paulo, v.39, n.1/2, p. 113-127, 2000.

KUGA, M.C. et al. Velocidade de absorção dos cones de papel quando utilizados detergentes aniônicos. RGO, Porto Alegre, v.39, n.5, p.373-375, Set./Out. 1991.

KUGA, M.C.; NETO, F.M.; BERTOLINI, J.C. Influência dos métodos de esterilização no poder de absorção dos cones de papel absorvente. Odontol. Mod., v.18, n.5, p.10-14, Set./Out. 1991.

LOPES, H.P. et al. Avaliação da capacidade de absorção de cones de papel. RBO, v.49, n.6, p.48-51, Nov./Dez. 1992.

MARTINS, V.J.M.; ZÖLLNER, N.; ZÖLLNER, N.A. Avaliação da eficácia dos métodos de esterilização de cones de papel absorvente. J. Bras. Endod., v.6, n.24, p.70-77, 2006.

NUNES, A.F.; ALMEIDA, L.R.; ALBERGARIA, S.J. Avaliação in vitro de formaldeído residual em canais radiculares. R. Ci. Méd. biol., Salvador, v.4, n.1, p.38-44, Jan./Abr.2005.

PAES, F.P.B. Os “7 pecados” da Odontologia em relação à Vigilância Sanitária. Boletim Eletrônico de Informações sobre Serviços de Saúde (BISS), ano II, n.2, Jun.2007. Disponível em: Acesso em 12 Out.2007.

PÉCORA, J.D. et al. Avaliação “in vitro” do número e do tempo de permanência de cones de papel absorvente, e a influência da aspiração final na secagem do canal radicular. Rev. Odontol. Univ. São Paulo, v.2, n.2, Abr./Jun. 1988.

SILVA, R.G. et al. Capacidade de absorção dos cones de papel absorventes, de diferentes marcas. Rev. Odontol. USP, v.3, n.2, p.354- 356, Abr./Jun. 1989.

SUÑÉ, J.P. et al. Absorbency properties of different brands of standardized endodontic paper points. J. Endod., v.24, n.12, p.796-798, Dec. 1998.

Downloads

Publicado

30-03-2017

Como Citar

DE MELLO, P. B.; JÚNIOR, S. da C.; THULER, C. E.; ADRIANO, S. L. T.; DEFAVERE, J. E.; OLIVEIRA, G. R. Influência de Ciclos de Autoclavagem na Velocidade de Absorção de Cones de Papel Absorvente – Análise “in vitro". Cadernos UniFOA, Volta Redonda, v. 4, n. 1esp, p. 109–123, 2017. DOI: 10.47385/cadunifoa.v4.n1esp.1215. Disponível em: https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/1215. Acesso em: 5 out. 2022.

Edição

Seção

Especial Pós-graduação