O acolhimento do paciente hipertenso na estratégia da saúde da família

Autores

  • A. P. Dominique Jr UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • M. D. T. Cardoso UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda

DOI:

https://doi.org/10.47385/cadunifoa.v7.n1%20Esp.1960

Palavras-chave:

acolhimento, hipertensão arterial, saúde da família

Resumo

O Ministério da Saúde (MS) propôs por meio do programa Humaniza SUS, a humanização como eixo norteador das práticas de atenção e gestão em todas as instâncias do Sistema Único de Saúde (SUS). A Hipertensão Arterial é um problema crônico bastante comum, é responsável por complicações cardiovasculares, encefálicas, coronarianas, renais e vasculares periféricas. A Estratégia da Saúde da Família (ESF) utiliza-se do sistema Hiperdia que tem a finalidade de conhecer o perfil demográfico, clínico e epidemiológico dos usuários com hipertensão e diabetes, constituindo-se em um banco de dados que registra as ações prestadas a esses usuários. A produção do cuidado aos usuários com hipertensão exige ações de promoção e prevenção, o que reflete na necessidade de acompanhamento sistemático destes usuários e a necessidade de se tomar a família como foco da atenção à saúde, a partir do reconhecimento da importância de seu contexto social e da abertura de possibilidades de construção de práticas de saúde com base no diálogo. Observa-se que a procura pela unidade de saúde ocorre predominantemente diante de sintomas e sinais físicos, demonstrando que o hipertenso é quem se auto- avalia nas suas necessidades de atendimento e de procura pela ESF. Constatar os problemas de saúde e tomá-los como desafio não é suficiente para imprimir as mudanças que possam traduzir a saúde como direito e patrimônio público da sociedade. Com isso pretendemos construir uma revisão de artigos, avaliando o desenvolvimento do processo de humanização do SUS e as dificuldades encontradas na prática de gestões para a promoção da saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

30-10-2012

Como Citar

DOMINIQUE JR, A. P.; CARDOSO, M. D. T. O acolhimento do paciente hipertenso na estratégia da saúde da família. Cadernos UniFOA, Volta Redonda, v. 7, n. 1 Esp, p. 158, 2012. DOI: 10.47385/cadunifoa.v7.n1 Esp.1960. Disponível em: https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/1960. Acesso em: 2 out. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>