Análise quantitativa da incorporação de resíduos gerados em estações de tratamento de água à matriz de cerâmica vermelha

Autores

  • R. R. Madureira UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • R. A. R. Soares UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • P. F. Magalhães UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda

DOI:

https://doi.org/10.47385/cadunifoa.v6.n2%20Esp.2273

Palavras-chave:

lodo de ETA, quantificação, cerâmica vermelha, reaproveitamento

Resumo

Um dos problemas associados aos impactos ambientais causados pelo tratamento de água para consumo humano é o resíduo gerado nas Estações de Tratamento de Água (ETAs). Com objetivo de pesquisar proposta para o descarte aliado a uma destinação correta e ambientalmente segura aos resíduos gerados nas unidades de decantação das ETAs Nova e Belmonte, situadas em Barra Mansa e Volta Redonda, cidades do Médio Vale do Paraíba do Sul, será apresentado um modelo que visa estimar a produção dos resíduos para estudar a viabilidade quantitativa para o reaproveitamento desse resíduo como matéria prima para a produção de cerâmica vermelha, uma alternativa atraente, já que, em geral, os resíduos provenientes das ETAs, comumente denominados de lodos, apresentam características similares à argila e xistos, principais matérias primas para a confecção de tijolos, além da atratividade da região pela grande produção desse material. A escolha da melhor equação para o cálculo de quantificação é baseada nos dados obtidos junto às empresas responsáveis pelas estações, sendo utilizados dados operacionais e parâmetros de monitoramento do Rio Paraíba do Sul, manancial das duas estações. Com a estimativa da produção mensal é diagnosticado que, apesar da variação de produção nas diferentes estações do ano, tem-se valores representativos que confirmam a viabilidade quantitativa e a necessidade de um correto gerenciamento deste resíduo, de modo que ele possa ser destinado ao processo produtivo de cerâmica vermelha, aumentando a vida útil da jazida de argila proporcionado pela redução da extração mineral e proporcionando uma destinação benéfica a um resíduo sólido.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

08/17/2018

Como Citar

MADUREIRA, R. R.; SOARES, R. A. R.; MAGALHÃES, P. F. Análise quantitativa da incorporação de resíduos gerados em estações de tratamento de água à matriz de cerâmica vermelha. Cadernos UniFOA, Volta Redonda, v. 6, n. 2 Esp, p. 30, 2018. DOI: 10.47385/cadunifoa.v6.n2 Esp.2273. Disponível em: https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/2273. Acesso em: 26 jun. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>