Conhecimento materno sobre cárie precoce na infância atribuído à orientação médica ou odontológica

Autores

  • C. C. Morais UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • R. C. H. Habibe UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • C. H. Habibe UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • C. P. Siva UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda

DOI:

https://doi.org/10.47385/cadunifoa.v6.n2%20Esp.2298

Palavras-chave:

cárie na infância, cárie precoce, cárie de mamadeira

Resumo

A saúde bucal tem grande importância na manutenção do equilíbrio orgânico, e é, portanto, importante que as mães tenham conhecimento sobre a cariogenicidade do leite, a transmissibilidade da cárie e o momento de visita ao dentista. A abordagem preventiva está sendo incorporada ao cotidiano dos profissionais de saúde e aos anseios dos pacientes, devido à filosofia de promoção de saúde que entrou em voga nas últimas décadas. Os aspectos considerados nessa postura de prevenção englobam o atendimento precoce visando orientação, motivação e educação dos indivíduos para a incorporação de saudáveis hábitos de vida. Sabendo-se da importância da saúde bucal na manutenção do equilíbrio orgânico, entende-se que esses conceitos devam ser introduzidos no protocolo de orientações a serem transmitidas. A cárie dentária como uma doença infecciosa multifatorial, que pode, desde a primeira infância, manifestar-se de forma agressiva, deve ser um dos aspectos considerados em programas de promoção de saúde. A mãe pode ser considerada a principal fonte de transmissão de Streptococcus mutans para o bebê e, portanto, é de suma importância que essa informação seja incluída na orientação das mães em relação à manutenção da saúde bucal de seus filhos. A hipótese deste projeto consiste numa possível numa falha de comunicação entre os profissionais de saúde e as mães, o que prejudica as ações preventivas em relação à cárie precoce. Para identificar o nível de conhecimento materno sobre a cárie precoce na infância, além de verificar se esse conhecimento atribui-se à orientação médica ou odontológica, foi realizada pesquisa com utilização de questionários direcionados a mães de crianças que utilizem os serviços das Clínicas Odontológicas e Policlínica do UniFOA. Desta forma, será possível identificar possíveis falhas nas orientações desses profissionais, bem como traçar metas de necessárias correções.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

17-08-2018

Como Citar

MORAIS, C. C.; HABIBE, R. C. H.; HABIBE, C. H.; SIVA, C. P. Conhecimento materno sobre cárie precoce na infância atribuído à orientação médica ou odontológica. Cadernos UniFOA, Volta Redonda, v. 6, n. 2 Esp, p. 55, 2018. DOI: 10.47385/cadunifoa.v6.n2 Esp.2298. Disponível em: https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/2298. Acesso em: 16 ago. 2022.

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>