Envelhecimento do compósito PEAD/fibra do pseudocaule da bananeira

Autores

  • P. S. Souza UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • R. L. M. Paiva UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • S. A. S. Goulart UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • D. R. Mulinari UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda

DOI:

https://doi.org/10.47385/cadunifoa.v6.n2%20Esp.2326

Palavras-chave:

fibra do pseudocaule da bananeira, PEAD, intemperismo

Resumo

O desenvolvimento de novas tecnologias tem proporcionado uma busca de materiais verdes, ou seja, materiais que tenham um menor impacto ambiental. Esses materiais têm todo o seu ciclo de vida e produção gerenciado e controlado para que não agrida o meio ambiente. Neste contexto os poliméricos reforçados com fibras naturais estão sendo alvo de estudo de vários cientistas, devido a inúmeras vantagens que apresentam quando comparadas com as fibras sintéticas, tais como: baixa densidade, reciclabilidade, baixo consumo de energia durante o processamento, não apresenta risco à saúde quando inalada, baixa abrasividade, atóxicas, podem ser incineradas e são biodegradáveis. Neste trabalho foi utilizada a fibra do pseudocaule da bananeira, devido a grande escala de resíduos gerados em nosso país, esta fibra é muito interessante pois possui uma relativa vantagem devido a sua abundância e custo, já que é um produto desprezado pelos plantadores e têm grande abundância no Brasil. Portanto a utilização deste material pode ser uma alternativa como componente de matriz polimérica, pois é uma forma de reduzir os resíduos no meio ambiente. No entanto, estes materiais podem sofrer degradação com o tempo e apresentar algumas características indesejáveis. A degradação consiste nas mudanças das propriedades (não desejáveis) do material, tais como: tensão, cor e formato, esse fenômeno pode manifestar-se durante todo o ciclo de vida do polímero. Entretanto a degradação de um material polimérico na maioria das vezes pode ser causada por um ou mais agentes em um mecanismo combinado, portanto os principais tipos de degradação estão ligados a degradação térmica ou exposição ao intemperismo. O objetivo deste projeto foi estudar avaliar o comportamento dos compósitos de PEAD reforçados com fibras do pseudocaule da bananeira sob a ação do intemperismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

17-08-2018

Como Citar

SOUZA, P. S.; PAIVA, R. L. M.; GOULART, S. A. S.; MULINARI, D. R. Envelhecimento do compósito PEAD/fibra do pseudocaule da bananeira. Cadernos UniFOA, Volta Redonda, v. 6, n. 2esp, p. 79, 2018. DOI: 10.47385/cadunifoa.v6.n2 Esp.2326. Disponível em: https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/2326. Acesso em: 24 maio. 2024.

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>